Em Cima da Hora quer voltar à Sapucaí com muito amor

O G.R.E.S. Em Cima da Hora tem uma história de altos e baixos no carnaval carioca. A escola, fundada em 1960, chegou ao Grupo Especial pela primeira vez em 1969 e frequentou a elite do carnaval durante boa parte da década de 70. Entretanto, nos últimos anos, a agremiação do bairro Cavalvante tem frequentado somente a quarta e quinta divisão das escolas de samba. Mas a Em Cima da Hora pretende reagir e, depois de ter seus planos atrapalhados no último ano por causa de uma alegoria quebrada, quer voltar à Sapucaí esbanjando amor em seu desfile.

Em entrevista ao site CARNAVALESCO, Gustavo Barros, Diretor de Carnaval da Em Cima da Hora, explicou como o enredo "Simplesmente amor" será apresentado na Intendente Magalhães. "Vamos contar histórias de amor de todas as formas e em todos os lugares do mundo. Começaremos nosso desfile apresentando o amor da arara, animal que só tem um parceiro durante sua vida e, quando um dos dois morre, o outro se mutila até morrer também. E, a partir daí, passaremos por várias etapas. Falaremos sobre o amor de Maria Bonita e Lampião, o amor virual, entre outros, até chegarmos ao amor de carnaval, que é o sentimento que o componente sente pela escola de samba", explica.

Segundo Gustavo, as fantasias da agremiação já estão finalizadas e sendo entregues aos componentes, que serão 1100 ao todo. "Usaremos duas alegorias, que estão 95% prontas, faltando somente a parte de iluminação, além de três tripés", contou Gustavo, afirmando que a comunidade está bastante confiante na vitória da nona escola a passar pela Passarela Popular do Samba no domingo de carnaval, dia 19 de fevereiro. "O que nos atrapalhou no ano passado foi um carro alegórico que quebrou e estragou nossos planos, mas acredito que faremos um grande desfile para disputar este título e voltar à Sapucaí depois de tanto tempo."

Conheça a letra do samba-enredo

Autores: Alexandre, Didi, Julinho, Julinho Cá, Pedrinho, Rui e Serginho Gama

Intérprete: Serginho Gama

O criador, fez surgir o universo
O amor do sagrado coração
Da natureza a mais sublime criação
Nas diversas culturas
Os deuses, anjos querubins
Cupido acertou em cheio meu coração
Afrodite deusa da paixão
Oxum, oh mãe das águas
Ilumine o imperador
Na maior prova de amor, a sua amada

Mais eu quero sonhar e sambar
O sol aquece o doce luar
História de uma linda paixão
E lágrimas de amor lá no sertão

Um abraço um sorriso
A importância de um amigo, brilha no olhar
Amor sem preconceito, é bom desse jeito
São várias as formas de amar
É o afeto de quem dá o seio
Ao primeiro anseio de alimentação
Tem sedução no carnaval
E no correio virtual
Conheci uma bela menina
Eu sou pierrô e ela é minha colombina

É hoje que o bicho vai pegar
Coração vai disparar…de amor!
A primavera vai sorrir, vamos aplaudir
Em cima da hora rumo à Sapucaí

Comente: