Empolgado, Mestre Aílton da Mangueira fala sobre a nova paradinha

 

Após levar um  nove pela performance no carnaval de 2011, mestre de bateria da Mangueira, Aílton,  inovou com uma paradinha mais longa e afirmou que a bateria veio para se superar.

– A palavra que não  faltou foi superação. Depois de tudo que aconteceu ano passado, fiz questão de incentivar os componentes a todo tempo. Esse ano viemos para colocar para fora toda injustiça. – afirmou.

Em relação as falhas no início do desfile da Mangueira, Aílton admitiu ter tido problemas no som.

– Houve um problema técnico no começo, porém tudo que a escola apresentou na Avenida foi ensaiado – finalizou.