Ensaios do Especial no CARNAVALESCO: União da Ilha aposta no retorno de seu ritmo peculiar

A União da Ilha do Governador se consolidou no Grupo Especial com uma façanha rara no carnaval de hoje. Campeã do extinto Grupo A em 2009, pisou com imponência na avenida em 2010 e não só garantiu sua permanência na elite, como no ano seguinte participou do sorteio. Nem o incêndio ocorrido em 2011 abalou o crescimento da escola, coroado com o 4º lugar em 2014 em um desfile para muitos de escola campeã. O ponto fora da curva se deu este ano, quando um inesperado 9º lugar jogou água no chopp insulano.

* OUÇA AQUI O SAMBA DA ILHA PARA 2016

* VÍDEO: CANTO DA COMUNIDADE PARA 2016

O site CARNAVALESCO esteve na quadra da tricolor para acompanhar como funciona o ensaio de comunidade da escola. E a União da Ilha aposta em um quesito que já foi o seu maior trunfo, mas que nos últimos carnavais vem deixando a desejar: a bateria. Mestre Ciça vai para seu segundo carnaval na agremiação e garante que novamente seus ritmistas preparam um show.

* VÍDEO: BATERIA DA ILHA NO ENSAIO PARA 2016

A grande novidade, entretanto, segundo Ciça está na essência. – Vamos retomar a batida tradicional da escola. A batida de caixa da escola que sempre foi embaixo, agora retorna. É até uma medida que foge um pouco ao meu estilo, mas que eu preciso fazer em respeito à história da bateria – promete Ciça.

* VÍDEO: PASSISTAS DA ILHA PARA 2016

A Baterilha sob o comando de Ciça já mostra alguma coisa do que será exibido na avenida, sempre com a ousadia que marca a carreira de Ciça. – Eu não tenho porque alterar o meu estilo. Novamente, vocês podem aguardar um show de ritmo, bossas e muita alegria. Levo meu trabalho com o máximo de seriedade e exijo isso de meus ritmistas. Estamos em um momento que uma falta em ensaio pode representar um corte – afirma o sambista, em entrevista ao CARNAVALESCO.

Outro incendiário na União da Ilha é o intérprete Ito Melodia, que mantém uma energia incomum em duas horas de ensaio, cantando e empolgando os componentes, que ensaiam na quadra e toda vez que passam por ele são saudados pelo cantor. Ciça e Ito pensam em preparar algo corajoso no desfile. – Se deixarem abro a bateria para o intérprete cantar lá dentro – revela o mestre de bateria, que no fim do ensaio puxou o cantor para junto de seus ritmistas e os fez reverenciar o filho do lendáro Aroldo Melodia.

'Estamos em 60% do ideal', pondera Valber Frutuoso

Apesar de ser uma agremiação com a marca da alegria e irreverência, a União da Ilha trabalha com seriedade na busca pelo retorno ao Sábado das Campeãs. Com ensaios de rua previstos apenas para dezembro e janeiro, o diretor de harmonia, Valber Frutuoso, trata de esclarecer que o caminho a trilhar é longo. – Estamos com 40% do ponto de acerto em harmonia e evolução. Ensaiar na quadra é totalmente diferente, pois na rua temos a percepção correta de espaço e de acústica – esclarece Valber.

O diretor de harmonia cobra de seus componentes que cantem e evoluam, mas que o façam sem ser uma coisa militarizada. Valber excluiu do ensaio o trecho em que os componentes batiam palmas no verso do samba "firma a batida na palma da mão" e explica ao CARNAVALESCO o motivo. – Nossas fantasias terão muitos adereços de mão e resolvi tirar por uma questão de segurança. Ou faz todo mundo ou não faz ninguém – afirma.

Os ensaios de comunidade da União da Ilha acontecem todas as quartas na quadra da agremiação a partir das 20h. O ensaio técnico da tricolor insulana está previsto para o dia 10 de janeiro de 2016.