Estácio de Sá escolhe samba nesta sexta-feira

Foram mais de dois meses de intensa disputa entre as 19 parcerias inscritas no concurso promovido pela diretoria da Estácio de Sá que definirá o hino que a vermelha e branca levará para a Passarela do Samba no próximo carnaval. Será nesta sexta-feira, a partir das 22h, a escolha do samba que cantará o enredo “Rildo Hora: A ópera de um menino… No toque do realejo rege o seu destino!”, homenagem prestada pela escola ao maestro, arranjador, gaitista e compositor Rildo Hora. Quatro composições participam da finalíssima que promete ser uma das mais acirradas e emocionantes já realizadas anteriormente no Berço do Samba. “Temos quatro sambas com plenas condições de representar a escola no desfile. São belas letras com riquezas melódicas e que se encaixam com o andamento de nossa bateria”, analisou Marcão, diretor de carnaval.

Confira as parcerias finalistas:
Samba 19 – Igor Ferreira, Claudinho MS, JL Escafura, Tinga, Adriano Ganso e Tião Fadico;
Samba 14 – Pepê Niterói, Rodolfinho, Gustavinho Oliveira, Leo Paysa, Aciolle e Rafael Tubino;
Samba 09 – Carlinhos Bohemia, Emanuel Sorriso, Mozart Alzair, Jorge Xavier, Edson Marinho e Methanol;
Samba 03 – Jorge Lopa, China do Badalo, PC, Jeferson Alves, Vinicius Mozer, J.L. Lopa, Jaque Lopa e Bebeto.

A noite de decisão será iniciada com show do Grupo Medalha de Ouro, formado por componentes da bateria da escola. Em seguida sobe ao palco o intérprete oficial Leandro Santos, entoando os sambas marcantes na Estácio de Sá, fazendo o público delirar, tendo a companhia luxuosa da Bateria Medalha de Ouro, sob o comando de Mestre Chuvisco, além do bailado especial do casal de mestre-sala e porta-bandeira Daniel e Alcione e o autêntico samba no pé dos passistas estacianos. Na ocasião integrantes da ala das baianas e componentes da velha guarda também se apresentarão.

A entrada custa R$ 20, mesmo preço do aluguel da mesa. A cerveja (lata) sai por apenas R$ 4. Mais informações através do telefone (21) 2504-2883. A quadra fica na Avenida Salvador de Sá, 206/208, no Estácio.


Comente: