Exclusivo: Escolas do Acesso ganham lugar para alocarem seus barracoes

0 Flares 0 Flares ×

Depois de duas escolas do Grupo de Acesso A – Viradouro e Santa Cruz – e outras seis do Grupo B serem notificadas na última semana para deixarem seus respectivos barracões na Zona Portuária, a Lesga e a Riotur chegaram a um consenso e as agremiações já têm um lugar para se realocarem. A informação foi confirmada por Reginaldo Gomes, presidente da Lesga, entidade que gerencia os Grupos A e B, e pelo secretário de turismo do Rio, Antonio Pedro Figueira de Mello. O local escolhido fica às margens da Avenida Brasil, no bairro do Caju, e a mudança já está sendo providenciada.

Feliz com a decisão, Reginaldo Gomes explicou o desenrolar da situação e mostrou-se esperançoso que o local sirva para a construção da Cidade do Samba 2.
 
– Na reunião que tivemos já havíamos apresentado duas áreas ao Antonio Pedro e ele fez a sugestão de um depósito terceirizado da Prefeitura. Depois ele fez uma reunião com a empresa que é dona dessa área e vai nos encaminhar pra lá. Daqui a 15 dias já estaremos fazendo a mudança das primeiras seis escolas do Carandiru para lá. A área é excelente. Fica na antiga Agência Santo Amaro e é um espaço muito grande. Quero agradecer ao prefeito e ao secretário que nos atenderam prontamente. Já estamos iniciando um processo de logística e medição dos carros para entrar nos novos barracões. Com algumas obras, creio que o local possa ser a Cidade do Samba 2, daria para colocar todas as escolas do Grupo A e do Grupo B – revelou Reginaldo.

Já o secretário, disse ser cedo para pensar na hipótese levantada pelo dirigente. Ele mostrou alívio por ter conseguido resolver momentâneamente o problema.
 
– Ainda é muito cedo para falar sobre isso. Primeiro nós temos que ajudar as escolas. A Riotur se preocupou em oferecer essa alternativa às agremiações. Hoje eu sentei com o prefeito e essa mudança já deve acontecer nós próximos dias. É uma localidade boa, que vai atender a demanda das escolas e em seguida vamos tratar do espaço para fazer uma Cidade do Samba 2. É algo que queremos muito fazer, mas é preciso espaço e condições para realizá-la.

As agremiações receberam ordem de despejo dos antigos barracões em razão do projeto de revitalização do Porto. É provável que outras agremiações recebam notificações nos próximos dias.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×