Exclusivo: Mestre Odilon revela para o site CARNAVALESCO que está fora da Mocidade

Durou apenas seis meses a passagem de um dos maiores mestres de bateria da história do carnaval carioca pela Mocidade Independente de Padre Miguel. Em depoimento exclusivo ao site CARNAVALESCO na tarde desta segunda-feira, mestre Odilon revelou que está fora da superdireção de bateria da escola, formada por ele, Andrezinho, Dudu e Bereco.
 
O próprio Odilon explicou o motivo de sua saída:
 
– Agradeço ao Andrezinho, a diretoria pela oportunidade e a todos da escola pela maneira que me recepcionaram, mas no último sábado aconteceu um episódio desagradável durante a posse da nova rainha de bateria (Antônia Fontenele). Eu não estava na quadra, já havia acordado verbalmente com o presidente que em alguns sábados eu não poderia estar presente em razão das palestras que faço e de outros compromissos profissionais. O mais importante é a minha presença às quartas-feiras, onde o trabalho técnico com a bateria é feito. O Andrezinho também não estava na quadra, em virtude de compromissos profissionais, e parece que o Paulo Vianna não gostou e disse que iria nos demitir. Me ligaram no domingo de manhã e me contaram o que aconteceu. Resolvi acatar. Manda quem pode, obedece quem tem juízo. Tenho uma história bonita no mundo do samba e não quero passar por esse tipo de situação. Para evitar um aborrecimento maior depois, eu prefiro me ausentar. Estou fora. O trabalho estava sendo bem feito e a bateria já evoluiu bastante. Tenho certeza que vai continuar, pois Dudu, Bereco e Andrezinho são competentes.
 
A diretoria da Mocidade negou ontem ter havido qualquer tipo de problema envolvendo a questão, mas o próprio Odilon confirmou ter recebido uma ligação de Ricardo Simpatia, diretor de carnaval.
 
– O Simpatia me ligou ontem perguntando se eu ia no ensaio. Falei que não. Indaguei se haviam me demitido e ele disse que não, mas me disseram que sim. Acho que eles voltaram atrás na decisão, mas não posso mais passar por esse tipo de situação. Repito: adorei trabalhar na Mocidade e agradeço a oportunidade. Fica o respeito e admiração por essa grande agremiação – afirmou.
 
Vale ressaltar que no ensaio deste domingo, Odilon já não estava presente à frente da bateria Não Existe Mais Quente. Bereco, Dudu e Andrezinho compareceram ao ensaio normalmente.

Comente