Fim da agonia: Alegorias da Portela e União da Ilha já estão na Cidade do Samba

Alívio, felicidade, alegria, entre outros sentimentos, traduziam o momento aguardado Portela e Ilha. Marcada inicialmente para a meia-noite de sábado, a mudança das alegorias para os respectivos barracões na Cidade do Samba começou 30 minutos antes do previsto. Para auxiliar o transporte de todo o material, a rua Rivadávia Corrêa foi interditada na altura do pardal de velocidade, tendo o trânsito desviado para a rua da Gamboa.

* Vídeo: clique aqui e veja como foi a transferência das alegorias

Foram quase dez meses de espera, sufoco e esperança, tanto para finalizar o carnaval 2011, quanto para iniciar o de 2012. O curioso foi o comportamento das pessoas ao entrarem nos barracões, benzendo-se ou estampando um largo sorriso no rosto, a expressão mais comum de quem participava dessa logística durante a noite.

A União da Ilha foi a primeira a migrar para seu barracão. Levou sete alegorias – apenas o abre-alas que já está sendo preparado no espaço montado entre a locação do Salgueiro e da São Clemente – irá para o barracão depois. Vale destacar que alguns carros já apresentavam esculturas e outros estão na madeira. Mesmo na tenda improvisada, a escola não perdeu tempo. Márcio André, diretor de carnaval da escola, conversou com o CARNAVALESCO e falou sobre o retorno à Cidade do Samba e também sobre como planeja recuperar o tempo perdido:

– É um alívio. Agora vamos dar continuidade ao nosso carnaval, fazer a decoração dos carros, terminar o planejamento de carnaval da escola que é muito grande. Vamos começar a adereçar e continuar firme no nosso plano, que é de fazer um carnaval competitivo. Vamos contar ainda com a ajuda da administração da Cidade do Samba e da Liesa em qualquer problema que tivermos. Temos um plano de fazer duas equipes em cima de adereços e carros, que trabalhariam de 8h às 15h e das 15h às 22h.

Bernardo Basílio, chefe de adereços da escola insulana, também conversou com o CARNAVALESCO e contou sobre os trabalhos na tenda durante o tempo que a escola por lá permaneceu:

– Foi muito sacrificante em questão de organização, limpeza e montagem dos carros, e muito difícil porque não tínhamos uma estrutura como aqui dentro do barracão. Aqui na Ilha é o meu terceiro ano e trabalhamos com muita dificuldade. Sofríamos com o calor, com a segurança (seguranças foram contratados para vigiar a tenda) e com a falta de infraestrutura. Agora, o sentimento é de alegria total. Só em saber que temos a tranqüilidade de trabalhar é muito
bom – frisou.

O administrador da Cidade do Samba e dirigente da Liesa, Edson Marcos, falou sobre a sensação de entrega da Cidade do Samba para as escolas:

– Na verdade, as escolas voltam a ter um nível de igualdade. O que a Liesa propõe é que elas voltem aos seus barracões de origem, onde elas têm conforto e tranqüilidade. A entidade tinha esse compromisso moral juntamente com a prefeitura para as escolas. As escolas agora podem concluir seu carnaval com dignidade. Estão sendo entregues os três primeiros andares, o quarto será parcialmente utilizado tendo em vista que vamos terminar os trabalhos de acabamentos. Sobre as tendas, a desmobilização será feita com tranquilidade, dando tempo para as escolas arrumarem todo o seu barracão, levando todo o seu material. A única desmobilização imediata é da Renascer (que ainda se encontra no Carandiru, onde trabalham as escolas do Acesso).

A Portela começou a fazer sua mudança logo em seguida ao término da Ilha. A escola levou oito alegorias para a Cidade do Samba. Destas, algumas em fase de inicial de trabalho e outras três já na madeira. Esculturas já eram vistas no interior das tendas sendo carregadas. O coordenador de carnaval da agremiação, Alex Fab, contou ao CARNAVALESCO sobre o sentimento durante a mudança:

– Alívio, felicidade e esperança, tudo misturado. Hoje eu acho que vira uma página. Acredito que essa volta apaga a última centelha desse incêndio. O nosso carnaval para 2012 é grandioso e na tenda iria ser complicado, sem contar a questão motivacional. Voltar aqui para dentro é ter a certeza de que vamos fazer um grande carnaval – completou.

Agora, resta apenas a Renascer de Jacarepaguá entrar na Cidade do Samba, o que vai ocorrer na madrugada deste domingo.

Comente: