Fora da Grande Rio, Ciça se arrepende de protesto nas Campeãs

 

 

Elogiado pela crítica especializada após a passagem da bateria da Grande Rio na Sapucaí, mestre Ciça se surpreendeu com as notas dadas pelos jurados (nenhum 10) e no desfile das Campeãs fez um protesto em frente às quatro cabines, onde os ritmistas deram as costas para os julgadores. Ciça acabou demitido da Grande Rio nesta quinta e acredita que sua atitude intempestiva tenha sido a causadora de sua saída da tricolor de Caxias. – Me arrependo muito desta atitude e reconheço meus erros. Acho que isso foi decisivo para minha saída, declarou o mestre de bateria ao CARNAVALESCO.

Ciça declarou estar chateado pela saída da escola, uma vez que tudo se encaminhava para uma continuidade. – Eles me passaram que eu continuaria, houve uma mudança do dia para a noite. Respeito todos, mas é claro que estou triste com esta saída. Mas saio pela porta da frente como em todas as escolas por onde passei, disse.

Com mais de 30 anos de carreira, mestre Ciça está aberto a propostas e não pretende deixar o carnaval tão cedo. – Eu acredito que propostas ainda surgirão. Ainda tenho lenha pra queimar. Deixo a Grande Rio com uma bateria pronta e com garotos de Caxias que podem sustentar a Invocada por 15, 20 anos. Mereço respeito por meus serviços prestados ao carnaval, desabafou.

Ciça chegou à Grande Rio no Carnaval de 2010, vindo da Unidos do Viradouro. Em 2014 a bateria da tricolor de Caxias recebeu as seguintes notas dos jurados: 9,8; 9,8; 9,9 e 9,9.

Comente: