Gaviões da Fiel homenageia Ronaldo Fenômeno, querendo levantar a taça após onze anos de jejum

 

 

Contar a história de um ídolo do futebol brasileiro e o mais recente da nação corintiana. Essa é a missão da Gaviões da Fiel Torcida, que em 2014 vai homenagear Ronaldo Fenômeno, com o enredo “R9 – O voo real do fenômeno”, desenvolvido pelo carnavalesco Zilkson Reis, que retorna a escola após dois anos fora. 

Quatro vezes campeã do carnaval paulistano, os Gaviões já amargam uma fila de onze anos, desde o último campeonato em 2003. Desde então, a escola foi rebaixada duas vezes e nos últimos dois anos não passou de um nono lugar, em homenagens ao ex-presidente Lula e ao contar a história da propaganda.

Ligada a maior torcida organizada do país, a Gaviões se espelha na história de voltas por cima de Ronaldo para retornar ao topo do carnaval paulistano. Pelo trigésimo primeiro ano, Ernesto Teixeira, que além de intérprete, é locutor esportivo de jogos do Corinthians, será a voz oficial da escola. Ernesto exerce a função desde antes da criação da Gaviões como escola, já que nos primeiros cinco anos, ainda atuava com bloco carnavalesco.

O enredo começa contando a história do menino Ronaldo desde o seu nascimento. Ronaldo, aliás, era o nome do médico que fez o parto do Fenômeno no Hospital São Francisco Xavier, no Rio de Janeiro. A escola vai falar sobre a infância do menino, em Bento Ribeiro, no subúrbio da cidade, sua paixão pela aviação e os primeiros chutes e gols, ainda nos campinhos do bairro.

O começo da carreira no São Cristóvão, a ida para o Belo Horizonte, para jogar no Cruzeiro. A ascensão meteórica o levou para Eindhoven, na Holanda, vestindo a camisa do PSV. Lá fez sucesso, mesmo não se adaptando muito bem ao frio holandês. Depois, a ida ao Barcelona, e mais uma vez, sucesso e glórias com a camisa do clube catalão, o que resultou na eleição de Melhor Jogador do Mundo, pela primeira vez.

A Gaviões vai contar ainda, sobre a ida de Ronaldo para a Inter de Milão, e a mudança de número para o 10. Número da camisa do maior ídolo do Fenômeno, o Galinho de Quintino, Zico. Foi na Inter que o apelido de fenômeno surgiu e onde o craque, foi eleito o melhor do mundo pela segunda vez. E foi lá também que começa a história de superação do jogador. Os gaviões se transformam em fênix para relembrar as lesões e a recuperação de Ronaldo após as graves lesões no joelho.

A fé de Ronaldo em Deus e em Nossa Senhora Aparecida serão retratadas como um fator fundamental para a recuperação do jogador. A vontade de querer retornar aos gramados e voltar a fazer história. E foi isso que aconteceu. Em 2002, Ronaldo foi um dos principais jogadores do Brasil pentacampeão mundial na Ásia. Foi o artilheiro da competição e autor dos dois gols na partida final contra a Alemanha. E pela terceira vez, levou o prêmio do jogador do ano, já vestindo a camisa do Real Madrid.

Depois de uma passagem conturbada pelo Milan, o menino-pássaro alçou voo rumo a São Paulo, e pousou no Parque São Jorge. Tornou-se Pássaro-Midas e ao chegar ao Corinthians transformou o clube. Lá foi campeão paulista e da Copa do Brasil, tornando-se ídolo da Fiel Torcida.

O fim da carreira chegou, mas o caminho de Ronaldo continua em constante evolução. O agora empresário, vai surgir no fim do desfile, ao lado da família e de amigos. A Gaviões da Fiel será a segunda escola a desfilar no sábado de carnaval.

 

 

Autores do samba: José Rifai, Ernesto Teixeira, Grandão, Preto, Cainã, Sukata, Netinho da Carioca e Max

Intérprete oficial: Ernesto Teixeira

 

Sonhar é fantástico!
O menino então sonhou
Um ser alado, iluminado
Abençoado de amor
Fascinado pela bola
Também quis brincar o carnaval
Foi crescendo… E com talento genial
Viu do Rio de Janeiro
O "Belo Horizonte" aproximar
Um orgulho brasileiro
Pro velho mundo admirar

Bateu asas e voou (voou, voou)
O "menino passarinho" se transformou
Consagrado no cenário mundial
Ronaldo, Fenomenal!

Mas, nos campos nem tudo são flores
Ferido, supera a dor
Levanta e vence a batalha
Com fé e esperança voltou
E assim abraçado à vitória
Com um "Bando de Loucos"
Constrói uma história
Hoje vale ouro a sua imagem
Reluz em tudo que conduz
Meu samba, uma singela homenagem
Exprime a paixão de uma "nação"
Ao som da Bateria Ritimão
Vem cantar comigo este refrão

Quando a galera gritar: é gol!
A rede balança… É show!
Um voo real, da terra ao céu
Mais um Gavião pra Fiel

 

Comente: