Grande Rio: samba é gravado com alterações e presença maciça da comunidade

A Grande Rio levou um grande contingente para a gravação de sua faixa no CD do Grupo Especial, na Cidade do Samba. A agremiação realizou algumas mudanças na letra e na melodia do samba. O verso “Nesse mar de alegria, quero vê me segurar” foi alterado para “Nesse mar de alegria, quero ver me segurar”. O verso “Nossa Senhora… Mãe Poderosa… Livrai essa terra do mal” passou a ser “Nossa Senhora… Livrai essa terra do mal”. Foram excluídas as repetições dos versos “Nessa labuta tem aroma de café” e “É saboroso, todo mundo botou fé”. Assim, o único refrão central passou a ser “Pode embarcar que o apito do bonde tocou/ Pode embarcar que o progresso não pode parar”. Na segunda parte do samba, o verso “Peixe, o orgulho da ‘Vila’” foi alterado para “Peixe, orgulho da ‘Vila’”.

* VEJA AQUI: COMUNIDADE CANTA O SAMBA DA GRANDE RIO PARA 2016

O diretor geral de carnaval da Grande Rio, Ricardo Fernandes, declarou que as mudanças realizadas na letra e melodia tiveram como objetivo “facilitar o canto da comunidade”.  – As alterações foram para facilitar o canto. No meio do samba, tinham três ‘bis’. Isso não tinha necessidade, prendia um pouco o samba, então eu resolvi mudar. O Emerson também deu a sua cara para o samba, mudou um pouco a melodia. O samba ganhou fluência, na minha opinião. A gravação foi muito produtiva. Mesmo com as alterações de letra, o coro foi rápido.

* VEJA AQUI: FOTOS DA GRAVAÇÃO

Emerson Dias também realizou mudanças na melodia do samba

Segundo o intérprete da escola de Caxias, Emerson Dias, as alterações na melodia serviram para adequar o samba ao seu estilo enquanto cantor. – Eu alterei algumas notas. Quando eu pego um samba para interpretar, após a disputa, eu faço as adaptações para a minha voz, pro meu jeito de cantar. Eu gosto de subir algumas notas, dar uma interpretada maior em outras – afirmou o intérprete. Emerson, que gravou a obra no tom si be mol, elogiou a hino da escola para 2016 e projetou um desfile “alegre” e “pra frente” com a obra escolhida. – Achei a gravação fantástica, nós tínhamos ensaiado à beça para que tivéssemos o maior entrosamento possível. Tivemos muito êxito. Acho que a gente vai fazer um desfile bem pra cima, bem ao estilo da Grande Rio nos últimos anos.

Os ritmistas da bateria Invocada gravaram rapidamente sua participação na faixa. O bom trabalho se deve ao mestre Thiago Diogo, que recebeu muitos elogios, inclusive, da equipe de produção do CD. – Eu estou satisfeito. Tivemos uma opinião positiva da produção do CD também, do maestro, do Laíla, todo mundo aprovou. Gravamos rápido e ficamos com a sensação de dever cumprido e a certeza de um bom trabalho – afirmou. Com andamento de 145 bpm, a Invocada realizou três bossas durante a faixa, segundo o seu próprio comandante, Thiago Diogo: – Aprontamos um bocado. Na verdade, a gente vem desenhando as bossas dentro da melodia. Algumas coisas podem soar como bossas, mas na verdade são desenhos percussivos melódicos.  Fizemos três paradinhas propriamente ditas e fizemos algumas brincadeiras de ritmo dentro da melodia e da letra do samba. Acho que a galera vai curtir a faixa.

Gravação para o DVD teve bandeiras em homenagem a Pelé e Neymar

A gravação contou com presença de muito componentes, além dos segmentos da tricolor de Caxias, como baianas, velha-guarda, passistas e casais de mestre-sala e porta-bandeira. Também estiveram presentes o presidente da escola, Milton Perácio, e os coreógrafos da comissão de frente, Rodrigo Neri e Priscilla Motta. No fundo do estande de gravação, havia um grande painel com imagens de Pelé e Neymar, homenageados no enredo sobre Santos, e com o verso “Pisa forte, Grande Rio!”. Os componentes também seguravam pequenas bandeiras nas cores da escola e bandeiras grandes do time de Santos e de imagens de Pelé. Para a gravação do DVD, o primeiro casal se apresentou em cima do palco, enquanto a comunidade entoava o samba para 2016. Ao fim da faixa, os componentes gritavam “Pisa forte, Grande Rio!”.