Grupo B: confira como será o desfile da Unidos de Lucas

 

 

Tradicional agremiação do carnaval carioca, detentora de grandes sambas-enredo no passado, a Unidos de Lucas tenta em 2014 garantir o retorno aos desfiles na Marquês de Sapucaí, de onde está afastada desde 2008. Para o sonhado acesso, a vermelho e ouro de Parada de Lucas traz o enredo "Missicofe, missicofe, dari, dari", do carnavalesco Mauro Leite. O tema vai contar a vida e a obra da dramaturga Lúcia Benedetti, uma das pioneiras do teatro infantil no Brasil e mãe da carnavalesca Rosa Magalhães. A maior vencedora da história do Sambódromo está auxiliando na confecção do enredo de Lucas. O CARNAVALESCO conversou com Mauro Leite sobre a expectativa para o desfile. Confira o bate-papo:

Carnavalesco – O que conta o enredo da escola para 2014? 

O enredo é uma homenagem a Lúcia Benedetti, que é mãe da carnavalesca Rosa Magalhães, autora do enredo, ela foi a primeira autora de peças teatrais para o público infantil no Brasil, com “O casaco encantado”. Sempre buscou que seus trabalhos infantis tivessem a mesma qualidade de um grande espetáculo para o público adulto. Em 2014 se estivesse viva, Lúcia Benedetti completaria 100 anos, e no seu centenário, estamos preparando uma grande e bela homenagem, para esse ícone da dramaturgia infantil, escritora, jornalista, cronista, autora de diversas obras, como “Simbita e o Dragão”, “A Menina das Nuvens”, “Joãozinho Anda Pra Trás” e outras. Vamos apresentar no nosso desfile um fato importante, que culminou no desenvolvimento de suas peças e ampla divulgação do seu trabalho e talento, sua grande amizade com o maestro Villa-Lobos, que transformou em 3 atos a peça “A menina das nuvens”, em um grande musical no Palácio das artes. 

Carnavalesco – Quantas alas e alegorias a escola vai levar para o desfile?
Vamos apresentar na avenida, uma alegoria, três tripés e 960 pessoas distribuídas em 19 alas em 5 setores, lembrando que todas as nossas fantasias são distribuídas para toda a comunidade. 

Carnavalesco – Quanto em média a escola pretende investir no desfile e como conseguir esses recursos?
Já está sendo utilizado com muita responsabilidade, organização e planejamento o valor total de subvenção que recebemos. O valor chegou a R$ 89 mil e com os últimos 3 carnavais que apresentamos, os comerciantes de Parada de Lucas, da Zona da Leopoldina e do mundo do samba, voltaram a nos ajudar, isso só nos dá confiança para apresentarmos um grande carnaval. 

Carnavalesco – Tirando a parte financeira e a divulgação, qual é a outra diferença em fazer desfile pra Sapucaí e pra Intendente? 
Muda muito as características, na Sapucaí temos uma mega estrutura, com som, iluminação, conforto, lanchonetes, transportes públicos (trem, metrô e ônibus), facilitando para o folião e a grande massa na sua chegada ao grande palco do samba. A Sapucaí é um teatro a céu aberto. Na Intendente será minha primeira vez mas conversando com o presidente Anivaldo Fernandes ele me relatou que lá é o carnaval do povão, temos que ter um bom samba e um carnaval de fácil leitura.

Carnavalesco – Qual sugestão você daria para melhorar o desfile da Intendente? 
Como disse anteriormente, será meu primeiro ano na Intendente, mas acredito que é sempre bom para um grande espetáculo, melhorar a estrutura e organização, é essencial para obter o sucesso.

Carnavalesco – Mensagem para a família vermelho e ouro:
Nosso carnaval está lindo e está sendo feito com muito amor, juntos somos fortes e unidos somos Lucas, vamos fazer o nosso refrão ecoar na Intendente, “Missicofe, missicofe, dari, dari, eu quero ver, meu galo de ouro canta pra valer”

Comente: