Grupo B: confira como será o desfile da Unidos de Vila Kennedy

 

 

Sexta escola a desfilar no dia 2 de março, na Intendente Magalhães, pelo Grupo B, a Unidos de Vila Kennedy apresentará o enredo "Sob a luz de Tupã, o raiar da criação". O carnavalesco Luiz Antônio de Almeida conversou com o site CARNAVALESCO sobre o desfile. 

 

Carnavalesco – O que conta o enredo da escola para 2014? 

Luiz Antônio: Vamos apresentar a criação sob os olhos de Tupã e seu esplendor, através das civilizações, do canto e da dança, Tupã o deus dos raios e trovões, se vestindo de toda riqueza indígena, assumindo integralmente essa historia. Ele criou diversas criaturas celestes que executavam suas ordens e o louvavam.

 

Carnavalesco – Quantas alas e alegorias a escola vai levar para o desfile?

 

Luiz Antônio: Conforme regulamento do Grupo de Acesso B, vamos com uma alegoria, quatro tripés e entre 25 e 27 alas, que serão distribuídas em um contingente, entre 1000 e 1100 componentes. 

 

Carnavalesco – Quanto em média à escola pretende investir no desfile e como conseguir esses recursos?

 

Luiz Antônio: Vamos utilizar toda a subvenção que a AESCRJ vai nos repassar, estimamos em torno de R$ 80 mil, pois, ainda não temos o valor exato. Em nossa quadra fazemos diversos eventos e também alugamos a quadra para festas particulares, onde é gerado uma pequena receita, que é utilizada em custos administrativos da agremiação. 

 

Carnavalesco – Tirando a parte financeira e a divulgação, qual é a outra diferença em fazer desfile pra Sapucaí e pra Intendente? 

 

Luiz Antônio: Na Sapucaí as agremiações desfilam com um contingente muito mais elevado que na Intendente Magalhães, a quantidade de alegorias e o tamanho de cada alegoria é um grande diferencial. Lá na Intendente, tem que se mostrar um carnaval com um enredo de fácil leitura, para ter mais praticidade na construção de fantasias e alegoria, sendo assim, tendo um rápido entendimento de quem está assistindo e julgando, pois, com uma alegoria, o artista terá que usar sua inteligência para construir a alegoria que vai representar o enredo. 

 

Carnavalesco – Qual sugestão você daria para melhorar o desfile da Intendente? 

 

Luiz Antônio: Melhoraria o valor da subvenção, usando esse o recurso financeiro para mudar toda a plástica visual, onde ganharíamos mais prestigio do grande público. Melhoria a organização do espetáculo, assim o grande público e a grande mídia nos daria mais credibilidade, fazendo assim, nosso carnaval evoluir. O carnaval da Intendente Magalhães revela muitos outros artistas para as escolas do Grupo Especial e Série A, esses artistas precisam ser vistos e com uma boa organização do desfile, todos teriam sua chance de mostrar o seu trabalho.

Comente: