Guerreiros e Guerreira

0 Flares 0 Flares ×

Falta muito pouco, mais uma vez. Alguns dias a mais e chega o carnaval.
Tantas e tantas vezes faltou pouco, depois o dia chegou e nada aconteceu.
Não conseguimos vencer.

Houve uma vez que vencemos. Cantamos Clara, Paulo e Natal. Clara foi Iansã, Paulo Oranian e Natal foi Oxóssi.
Não erramos nada.

A Mangueira é a escola do povo. E quando ela canta um filho do povo e pega na veia, sabemos bem o resultado. Mangueira venceu a nossa vitória, e não dá para esquecer.

E vida que segue, quantas vezes fizemos isso com ela ao longo de tantos desses anos? Mas ali faltou muito pouco.
Paulo, Natal e Clara.

Agora Clara está de volta para casa. Ao ser inaugurado, seu busto estará ao lado de Paulo e de Natal; juntos como naquele ano distante. Quando chegar o carnaval a Mangueira mais uma vez cantará um filho seu, um filho do povo.
A nós, caberá cantar o mar; azul como somos… imenso como somos…

11Cantaremos também o céu; azul como somos… maior do que somos. E vocês estarão lá, com suas bandeiras, suas faixas.
Parece um sinal: os três ali na entrada principal…

A última vez que a vimos já faz quase 30 anos. Quase 50 mil pessoas, no Portelão, dizendo aquele adeus tão dolorido. Todo mundo sem saber direito, se perguntando, o que havia acontecido.

E você virou então para nós "Portela na Avenida". Virou "Sabiá": "que falta fez sua alegria!".
Parece, Guerreiros, que a Guerreira voltou com uma missão. Como aqueles guerreiros das arquibancadas que vocês são. Como aqueles guerreiros da web que estão a seu lado.

Trazer a luz! Luz, pois é ela que nos falta. Para identificarmos nossos erros, fortalecer nossos caminhos à vitória e a guarda e defesa de nossas tradições.

Não paramos de cantá-la, nunca, Guerreira. E não vamos parar nunca.

Em cada "esquenta", cada feijoada, em cada roda de samba de nossa cidade. Parecendo invocar sua alegria, sua presença, seu sorriso pequeno… tão grande.

Os Guerreiros, todos, acreditam sempre, a cada ano. Mesmo quando é tão difícil acreditar. Vai ser bonito, Guerreira.
Ver você, Paulo e Natal juntos em nossa casa.

Tomara que os Guerreiros façam a bandeira mais bonita de todas. Como aquele manto azul da padroeira do Brasil.

Paulo, a racionalidade, a visão de longe, de cima; Natal a paixão, a entrega, o arrebatamento a qualquer preço.

Você… a nossa alegria. Uma alegria que já não temos tanta. Que bom que você voltou.
Para tornar a entrada de nossa casa mais radiosa; iluminá-la mais ainda. Para que nos mantenhamos assim como somos, para sempre…
Quem sabe para tornar nosso caminho, nossa busca mais corajosa… Ou nos trazer alegria de volta…

E-mail para contatos mais longos: lcciata2@hotmail.com

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×