Gusttavo prossegue com o trabalho de reestruturação da Viradouro

Na presidência da Unidos da Viradouro há quase dois anos, Gusttavo Clarão revelou ao CARNAVALESCO os desafios e dificuldades que vem tendo à frente da agremiação. Ao assumir a escola após uma queda para o Grupo de Acesso, Clarão iniciou um processo de reestruturação que visa colocar a vermelha e branca de Niterói e São Gonçalo de volta ao Grupo Especial.

-Quando nós assumimos a direção, a escola não tinha crédito com ninguém, os fornecedores não queriam negociar com a Viradouro. Por isso, fizemos um trabalho para mudar a imagem ruim que a escola adquiriu nos últimos anos, tanto com fornecedores e empresas, quanto com os torcedores. Mesmo com dificuldades, resgatamos o orgulho do componente e a credibilidade e o respeito dos fornecedores – acredita Clarão.

A queda para o Grupo de Acesso mudou totalmente a realidade da escola, que estava no grupo de elite do carnaval carioca há 19 anos, inclusive com um título conquistado, em 1997.

-Estar no Grupo de Acesso é uma dificuldade por si só. Ainda mais para a Viradouro, que é uma escola de Grupo Especial. Para ter noção do que estou falando: a escola caiu em 2010, ficou 2011 e 2012 no Acesso e, ainda assim, está em nono lugar no ranking da Liesa. O que a gente mais sente é a dificuldade financeira, pois além da subvenção ser reduzida, poucas empresas querem colocar dinheiro em escola do Grupo de Acesso – explica o presidente.

Mesmo com as dificuldades, a Viradouro quer dar a volta por cima e, por isso, prepara um carnaval grandioso, orçado em 2 milhões de reais, para disputar o título do Grupo de Acesso. Para desenvolver o projeto de carnaval do enredo sobre Nelson Rodrigues, o carnavalesco Alexandre Louzada foi contratado. O artista ainda é o responsável pelos carnavais da Mocidade Independente de Padre Miguel e da Vai-Vai, escola de São Paulo. Para Gusttavo, o fato do carnavalesco conciliar o trabalho na Viradouro com outras duas agremiações não atrapalha.

-Nós nos programamos para isso, já sabíamos que ele iria trabalhar em outras duas escolas. O Louzada passa todos os dias, na parte da manhã, em nosso barracão para acompanhar o andamento e a evolução dos trabalhos. Além disso, ele designou o seu assistente, o Júnior Barata, para tocar os trabalhos no barracão durante as 24 horas do dia. Sem dúvidas, é um profissional talentoso e de confiança.

Com humildade e pés no chão, o presidente garante que a escola apresentará um carnaval que alia bom gosto e criatividade. Além da parte plástica, Clarão confia na força da comunidade e dos segmentos da Viradouro.

-A escola vai fazer um desfile como o de 2011: grande e bonito, com muita garra e superação. Eu aposto minhas fichas na comunidade, na bateria do Mestre Pablo, na força do nosso samba, da comissão de frente comandada pela Luciana Yegros, no casal Alessandra Chagas e Marcinho e todos os segmentos da escola. Eu peço que os componentes e o torcedores acreditem na força da Viradouro, que representa as cidades de Niterói e São Gonçalo.

A Unidos do Viradouro é a 6ª escola a desfilar no sábado de carnaval (18/02), pelo Grupo de Acesso, com o enredo "A vida como ela é, bonitinha, mas ordinária… Assim falou Nelson Rodrigues".

Comente: