Império da Tijuca promete ‘primeiro dos três desfiles neste sábado’

 

 

O Império da Tijuca diz em seu samba que o chão da Sapucaí vai tremer durante a passagem da agremiação. Mas ao que parece, a Verde e Branco do morro da Formiga não quer só abalar as estruturas do Sambódromo. Pelo menos é esse o tom nas palavras do diretor de carnaval Luis Carlos Amâncio. De acordo com ele, a recém-chegada da Série A fará o primeiro de seus três desfiles de 2014 neste sábado na Marquês de Sapucaí.

 

– Pode escrever aí. Se Deus quiser faremos três desfiles esse ano. O primeiro é nesse sábado, o segundo é no dia 02 de março e o terceiro será no desfile das campeãs – promete ele, almejando um feito alcançado pela última vez em 2000 com a Unidos da Tijuca, que ficou em 5º lugar após o título do Grupo de Acesso em 1999.

 

– A expectativa dos componentes é a melhor possível. A escola está muito preparada para o ensaio e desde o dia 30 de setembro realizando ensaios técnicos. As pessoas que gostam de carnaval podem ir ao Sambódromo que verão um grande espetáculo, não será comente um ensaio. A comunidade está correspondendo a todas as nossas expectativas. Temos certeza que vamos fazer um grande desfile – acrescenta Luis Carlos, que estima em 3.500 pessoas o contingente no ensaio de sábado.

 

Quando uma agremiação sobe para o Grupo Especial, além da brusca mudança estrutural, tem que aumentar consideravelmente seu número de componentes. Luis Carlos afirmou que o aumento se deu maneira natural na Verde e Branco, com cada uma das 31 alas recebendo mais 20 componentes, totalizando 100 pessoas por grupamento. Outra barreira que a escola teve vencer na preparação para este carnaval foi o reduzidíssimo espaço físico de sua quadra, localizada no morro da Formiga. Nos ensaios técnicos de terça-feira, algumas alas chegavam a ficar na entrada da quadra, bem longe da bateria.

 

– Não tem jeito, o componente acabava ficando muito preso. Andávamos num espaço onde não dava e nos movimentávamos também onde não tinha como. No final de cada ensaio, eu levava cada ala perto da bateria, mas no último domingo, no nosso ensaio de rua, vimos que eles se soltaram, o que pode ser muito positivo nessa reta final. Aí o chão tremeu mesmo!

 

A agremiação promete levar também alguns componentes fantasiados em forma de respeito ao público que acompanha os ensaios técnicos.Perguntado sobre um segmento que pode se destacar no ensaio técnico, Luis Carlos opinou:

 

– É o terremoto da nossa comunidade, que promete fazer o chão tremer. Vamos com muita garra e seriedade. A partir das 14h já levaremos as alegorias quer vamos utilizar no ensaio e a nossa concentração começa ás 18h, no Balança Mas Não Cai.

 

Com o enredo ''Batuk'', que será desenvolvido pelo carnavalesco Junior Pernambucano, o Império da Tijuca será a primeira escola a desfilar no domingo de folia.

Comente: