Imperatriz Leopoldinense escolhe nesta segunda-feira seu samba para o Carnaval de 2017

e-hoje

Hoje é um dia muito importante para a Imperatriz Leopoldinense, data que escolherá qual samba será o hino oficial do Carnaval 2017. Três parcerias irão se apresentar, a partir das 21h. Wagner Araújo, diretor de carnaval da agremiação, adiantou que o tempo de apresentação será combinado entre os componentes das parcerias para que o modelo de apresentação fique confortável para todos. E, no próximo domingo, já com a obra escolhida, a escola abrirá suas portas para a festa de apresentação dos protótipos.

– Não gosto muito quando falam desse negócio de safra. Safra boa ou safra ruim, isso é fantasia. A escola só precisa de um samba. Temos uma boa sinopse, clara, explicativa. A reunião do Cahe (Rodrigues, carnavalesco) com os compositores também foi muito boa, então tivemos bons sambas que chegaram até aqui – disse o diretor de carnaval que antecipa como será a finalíssima do concurso nesta segunda-feira.

– Tivemos a semifinal com quatro sambas. Um foi eliminado e hoje vamos para a final com três sambas. Vamos começar às 21h. O sorteio da ordem das parcerias será feito ali na quadra, antes de começar a disputa. Depois do sorteio vou combinar com as parcerias como será a apresentação. Quantas passadas com e sem bateria. Vamos combinar para ficar bom para todos, para eles, pra escola e para o público. Se demorar muito fica uma coisa chata, que ninguém aguenta. Nossa expectativa é anunciar o resultado por volta das 2h, afinal no dia seguinte é dia de trabalho (risos) – brincou Wagner.

Cahe Rodrigues comentou sobre os sambas que participaram da disputa e disse estar muito feliz com o resultado apresentado até aqui.

– Estou muito feliz com a qualidade das obras apresentadas. Quando conversei com os compositores, quis passar o sentimento dos índios, queria que esse clamor estivesse presente nas obras. E, eles entenderam perfeitamente. Todos os sambas atenderam super bem ao enredo, ao que foi pedido. Temos três sambas incríveis – comentou Cahe, que está com o coração dividido entre duas obras.

– Geralmente chego na final com um samba preferido, mas esse ano, vou confessar, meu coração está dividido em dois. Já conversei com o presidente também e graças à Deus ele tem muito respeito pela opinião do carnavalesco. Todo ano converso com ele, com o Wagner também. Estou há cinco anos na Imperatriz e sempre tivemos bom entendimento, eles me ajudam a pensar o que é bom para o desfile da escola. Tenho certeza que será uma disputa bem acirrada – aposta Cahe.

Serviço:
Final de samba da Imperatriz
Quadra da Imperatriz
Endereço: Rua Professor Lacé, 235 – Ramos
Ingressos: R$ 25 antecipado e R$ 30 na hora
Horário: a partir das 21h

Linhas de ônibus

Tijuca (Praça Saes Peãna) 487, 489L
Zona Sul (Praia de Botafogo) 402 e 448C
Centro: 1960B
Trem ramal Saracuruna, descer na estação de Ramos

Táxi
Tijuca: Cerca de R$ 60
Zona Sul: Cerca de R$70
Centro: Cerca de R$ 40

Uber Black

Tijuca: de R$ 43 a R$ 57
Zona Sul: de R$ 65 a R$86
Centro: De R$ 55 a R$ 75

Uber X
Tijuca: Entre R$ 29 e R$ 39
Zona Sul: Entre R$ 44 a R$ 59
Centro: De R$37 a R$50