Império de Casa Verde leva mensagem sustentável para o Anhembi

 

 

Ela surgiu como um fenômeno do Carnaval de São Paulo. Em 2002, foi vice-campeã do Grupo de Acesso e no ano seguinte estreou no Grupo Especial. No carnaval temático dos 450 anos de São Paulo, em 2004, alcançou o terceiro lugar. E nos dois anos seguintes, assustou as escolas tradicionais, e com o gigantismo de seus desfiles foi bicampeã do carnaval. Em 2007, com Renato Lage como membro da comissão de carnavalescos, foi a primeira escola paulistana a ter um desfile comparado ao do Rio de Janeiro, mas naquele ano, ficou com o quinto lugar.

Completando vinte anos de história em 2014, a Império de Casa Verde leva para a avenida uma mensagem de sustentabilidade. Com o enredo “Sustentabilidade – Construindo um mundo novo”, do carnavalesco Alexandre Louzada, a azul e branca da Zona Norte vai em busca de seu terceiro título do Grupo Especial. Carlos Junior, cria do Camisa Verde e Branco, será o intérprete oficial da escola. Ele que já passou pelo Tigre entre 2003 e 2007, esteve no Vai-Vai entre 2008 e 2009, mas no ano seguinte retornou a Casa Verde.

A escola começa a desenvolver o seu enredo fazendo uma viagem desde a escuridão antes da explosão que deu início ao universo até os quatro elementos que equilibram o meio ambiente (ar, fogo, terra e água). O surgimento do homem e a dádiva do pensamento, responsável pelos pensamentos bons e muitas vezes pela falta de cuidado com o Planeta Terra, serão retratados no desfile.

A partir da ideia de “relógio do tempo”, a Império vai falar do avanço do homem sobre os bens naturais, a maneira como ele se apropria dos elementos e prejudica o meio ambiente, seja por sua ganância ou pela falta de conscientização. Nesse setor, a poluição das águas, as nuvens de gases tóxicos que pairam sobre o ar e o desmatamento das florestas serão citados.

A natureza começa a responder a esses ataques através dos seus fenômenos e faz o homem repensar seus atos. A partir daí, trava-se o duelo de titãs entre as necessidades de evolução e lucro por parte dos homens e a necessidade de sobrevivência dos mesmos. E é com esse pensamento, de conscientizar os seres humanos que ainda há como reverter a situação crítica do meio ambiente, que a Império de Casa Verde planeja seu desfile de 2014. A escola será a sexta a entrar na avenida, no sábado de carnaval.

Autores do samba: Leo Reis, Turko, Mody, Fabiano Henrique, Biel, Paulinho BP e Marquinhos

Intérprete oficial: Carlos Junior

A Casa Verde estremece de tanta emoção
Lá vem o Tigre Guerreiro do meu coração
Eu sou Império, sou a voz de uma nação

O meu cantar vai ecoar
Ouça o grito de alerta
Em poesia a Caçula manifesta
Sustentabilidade, a hora é essa!

Uma explosão na imensidão
Nos elementos o poder da criação
Gira o tempo, não para
Marcas da revolução, o homem colhe a degradação
Quero lavar minha alma
Na fonte do rio desagua
Água limpa pra viver

Vem cá! Plantar a semente do amor
E preservar a nossa terra
Abençoada pelo criador
 
Do jeito que a coisa vai
Ninguém aguenta mais
A natureza chora sufocada
Vamos dar um fim, adeus poluição
Quero ar puro para o meu pulmão
Vai brilhar o sol que aquece o coração
A energia da nossa emoção
É o fogo da paixão
O samba é meu manto maior
De azul e branco, eu vou
Construindo um mundo melhor!

Comente: