Império Serrano, Viradouro e Inocentes na briga pelo título do Grupo A

Não da para negar que os desfiles do Grupo de Acesso A de 2012, realizados na noite deste sábado e madrugada de domingo, no novo Sambódromo, foram melhores que os apresentados em 2011. Porém, a perfeição não existiu e nenhuma escola pode ser apontada como única favorita pelo título e a vaga no Grupo Especial de 2013. Segundo a equipe do site CARNAVALESCO, Império Serrano, Viradouro e Inocentes de Belford Roxo são as principais candidatas. A Cubango, que encerrou os desfiles do Grupo A, também fez uma boa exibição, mas não está no hall das três, porque seu desfile não empolgou e o samba-enredo podia ter rendido muito mais.

Falando em samba-enredo, Viradouro e Império Serrano foram espetaculares. A primeira homenageando Nelson Rodrigues arrancou toda garra do componente de Niterói. A agremiação da Serrinha foi na base da emoção para falar de Dona Ivone Lara. No quesito Bateria, as duas também estiveram impecáveis. O ponto fraco de ambas foi nas alegorias e nas fantasias do Império. A Viradouro optou por bastante carros coreografados e de fácil entendimento, mas sem a beleza plástica. As fantasias também eram de fácil leitura e ajudaram na evolução espetacular da Viradouro. O Império Serrano sofreu no acabamento das alegorias. O carro alegórico que retratava a favela problemas sérios na decoração.

A Inocentes de Belford Roxo, outra candidata ao título, pisou forte na Avenida, querendo mostrar que pode ser campeã. O carnavalesco Wagner Gonçalves mostrou seu talento na produção das alegorias, mas ficou devendo nas fantasias, que na maioria eram elaboradas na cabeça, mas sem o mesmo trabalho no resto do corpo do componente. A comissão de frente foi o ponto alto. O enredo sobre Corumbá pegou um foco diferente e de difícil entendimento.

Na outra ponta, Estácio de Sá, Santa Cruz e Paraíso do Tuitui não fizeram boas apresentações. A Santa Cruz, que prometia um ano diferente, não conseguiu ir bem e seu enredo sobre o radialista Antonio Carlos ficou dividido e confuso, pois os 90 anos do rádio também eram comemorados, mas a leitura estava bastante embolada. Homenageando Luma de Oliveira, a Estácio de Sá fugiu do seu padrão de sempre disputar título e a escola deve agradecer e muito ao carnavalesco Marcus Ferreira, que salvou o desfile e deve salvar também a escola, embora, alas tenham sido trocadas na Avenida e alguns componentes revoltados por não desfilarem, terem queimado suas fantasias. A Tuiuti, abriu a noite de desfiles, e apesar do bom enredo sobre Clara Nunes, esbarrou na produção das alegorias e na melhor evolução e harmonia dos componentes.

Clique abaixo no nome de cada para ver a análise completa

* Paraíso do Tuiuti

* Rocinha

* Estácio de Sá

* Inocentes de Belford Roxo

* Império da Tijuca

* Viradouro

* Santa Cruz

* Império Serrano

* Cubango

O que você achou?