Impossível não sonhar, Caprichosos ensaia no Sambódromo e deixa seus componentes satisfeitos

 

 

 

A Caprichosos de Pilares realizou um ensaio técnico na noite da última quinta-feira, no Sambódromo. A escola conseguiu a permissão do espaço e utilizou a pista a partir do setor 10. Quando chegou à Praça da Apoteose, a agremiação deu a volta e retornou ao ponto de partida de seu ensaio.

 

Durante a apresentação foi possível observar os componentes com vontade e cantando muito bem o samba. A escola levou a comissão de frente, Bateria, casais de mestre-sala e porta-bandeira, passistas, baianas e algumas alas, aproximadamente 800 pessoas.

 

A agremiação evoluiu pelo Sambódromo amparado pelos seus diretores, que não deixavam os componentes calados um minuto sequer. A comissão de frente, coreografada por Márcio Moura, praticamente marcou passos e se apresentou para a cabine do módulo 10. A bateria realizou uma bossa que pediu uma entrega maior dos ritmistas do agogô, sendo bem executado. O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diego Falcão e Jaqueline Gomes, também realizarou sua dança com maestria, a bandeira sempre esticada e Diego muito bem na dança.

 

Destaque para as alas que cantavam muito o samba da agremiação e o carro de som, comandado por Clóvis Pê. Mesmo com papel na mão, alguns integrantes que ensaiaram pela primeira vez não deixavam o samba cair. Naquele momento, todo o esforço era válido para ajudar a escola.

 

Diferentemente do que acontece aos finais de semana, poucas pessoas assistiram o ensaio da Caprichosos, e alguns funcionários do Sambódromo, pararam o que estavam fazendo para poder acompanhar e também sambar.

 

Como o próprio samba diz “Levanta a Poeira, na volta por cima, é o ressurgir das cinzas” a agremiação que é conhecida por sua irreverência, quer começar a sua volta à elite do carnaval, mas o caminho é longo e o primeiro passo é voltar ao grupo de acesso A, e depois pensar em voar mais alto. A Caprichosos será a 9º escola a desfilar na terça-feira de carnaval.

 

 

Comente: