Jorge Mendes: ‘Os ensaios do fim de semana’

 

 

PORTELA
Excelente e emocionante desfile, pautado principalmente pela harmonia, tanto do canto quanto do encadeamento entre a cadência da bateria com o samba enredo. Comissão de frente bem ensaiada, com dois elencos, já apresentando sua coreografia oficial. Perante a 1ª cabine de jurados, o casal de mestre sala e porta-bandeira apresentou-se dignamente, porém com certo nervosismo do mestre sala, fazendo sua saída um tanto brusca.
 
Pontos positivos
+  manutenção do canto e do andamento simétricos por todo o desfile
+  o show de evolução , canto e alegria;  passistas mirins e ala 25 (pierrôs)
+  alegria e emoção da Carmem Lucia (ala 8) e Celso (ala Guanabarinos)
 
Pontos a melhorar
– Ala 35 com mais de 20 componentes por fila, prejudicando a evolução
– Diretor de harmonia passando pelo meio e atrapalhando as alas 35 a 37
 
IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE
Samba e desfile tocaram o público presente. Pena não ter atingido a escola em sua totalidade, variando em alguns setores/alas (minoria) que não acompanharam a alegria das demais. Comissão de frente fazendo quase nada de seu desenho original; contrastando do casal de mestre sala e porta-bandeira que nos brindou com uma belíssima e vibrante apresentação; aliás o mesmo acontecendo com o 2º casal.
 
Pontos positivos
+  o alegre desfile que a escola nos proporcionou
+  sintonia entre samba/bateria/componente
+  alegria e emoção das gêmeas Isabela & Taís  (ala do Vasco) e João Manoel (ala do mundial do Japão)
+ Evolução e alegria da ala Amar é viver e da última ala
 
Pontos a melhorar
– Alas com mais de 20 componentes por fila, prejudicando a evolução
– Truculência de diretor de harmonia puxando braços de componentes
– Componentes e atletas sem cantar e tirando fotos
 
BEIJA-FLOR
Mesmo com a insistente chuva, a escola não esmoreceu, mostrando um desfile de muita garra e canto vibrante. O casal de mestre sala e porta-bandeira fez uma apresentação perfeita, oficial em conjunto com a comissão de frente.
 
Pontos positivos
+  manutenção do forte canto por todo o desfile
+  o show de coreografia e canto da ala mirim
+  alegria e canto da Cátia (ala 8) e Ernani (ala do Chacrinha)
 
Pontos a melhorar
– Ala com 26 componentes por fila, prejudicando a evolução
– Diretor de harmonia no meio da ala à frente da ala dos índios, atrapalhando evolução dos componentes
 
UNIDOS DA TIJUCA
 
Outro desfile com foco no forte canto de seus componentes.  Comissão de frente não mostrando sua coreografia oficial, mas divertindo a platéia com elementos de anos anteriores, como a instigante troca de roupas. O casal de mestre sala e porta-bandeira apresentou-se magnificamente sua coreografia oficial com as divertidas fantasias vinculadas ao enredo de Dick Vigarista e Penélope Charmosa.
 
Pontos positivos
+  O forte canto por todo o desfile
+  O show de evolução , canto e alegria da ala de  passistas
+  Alegria e canto de Adriana (carro 4) e Moacir (ala 27)
 
Pontos a melhorar
– Problemas no canto (articulação das palavras) de muitos componentes no trecho antes de “rodou na pista”
– Ala 22 sem cantar
– Ala 25, componentes tirando fotos
 

Comente: