Kleber Komká analisa desempenho das baterias da Portela e Imperatriz nos ensaios técnicos

 

 

Portela

A bateria da Portela sob o comando do Mestre Nilo Sérgio, ratificou no ensaio técnico, o grande trabalho que vem sendo desenvolvido por sua diretoria, já há alguns anos, com um excelente desempenho. Cadência e andamento eficaz para o samba, desenhos rítmicos pertinentes, qualidade e ousadia na medida certa, e sempre privilegiando o ritmo. Destaques para as caixas com uniformidade rítmica em sua execução, o naipe de tamborins, as vezes até criticado por alguns, pois apresenta sempre muitos desenhos, mas com excelente execução e precisão, e muito bem comandada, realmente uma das melhores alas da atualidade.

As marcações precisas em todos os momentos, principalmente nas bossas, com afinação bem definida entre os 3 naipes e com ótimo trabalho de manutenção da mesma ao longo do desfile.

As bossas ou convenções como queiram, muito bem elaboradas claras e bem executadas, servindo bem ao samba e ao canto da escola.

Única ressalva ao naipe de agogôs, nos poucos momentos em que saía do seu desenho rítmico base, não tinha um desempenho preciso de alguns integrantes da ala, como na bossa do final do samba, mas nada que comprometesse a excelente apresentação da bateria que acredito estar praticamente pronta para o desfile oficial.

Imperatriz  

A bateria da Imperatriz, comandada por Mestre Noca, se apresentou de forma imprecisa tecnicamente falando, causando um desempenho mediano no ensaio técnico. As marcações com afinação muito próximas e com tons altos, por diversas vezes causando embolamento rítmico, principalmente na retomada das bossas.

Falando ainda das marcações por quase todo o desfile foi percebido um desequilíbrio no posicionamento do naipe ao fundo da bateria. Cheguei a constatar 12 marcações para 5 caixas, resultando em um grande desequilíbrio sonoro.

As caixas apresentando diversas batidas e por vezes imprecisas no execução das bossas. Os agogôs com linhas melódicas que por vezes eram incompatíveis com a harmonia do samba, causando conflito melódico e harmônico.

Os agogôs de 4 bocas emitem notas definidas, devendo assim se tomar cuidado na criação de suas frases melódicas. Os tamborins e chocalhos com desempenho muito bom e funcionais. A bateria no geral apresentou um bom andamento para o samba. 

Comente: