Lançamento de coleção de livros sobre escolas de samba lota livraria

 

Na noite de quarta-feira foi lançado na Livraria da Travessa, no Leblon, Zona Sul do Rio, a coleção Cadernos do Samba, da Verso Brasil Editora, com os livros "Marcadas para viver – a luta de cinco escolas", do jornalista e pesquisador do Carnaval, João Pimentel, "Tantas páginas belas – Histórias da Portela", do professor e historiador, Luiz Antonio Simas e "Maravilhosa e soberana – Histórias da Beija-Flor", de autoria do jornalista Aydano André Motta.

– As pessoas são apaixonadas pelo carnaval, faltam mais trabalhos como esse, mais eventos como esses para pessoas poderem desfrutar dessa paixão pelo carnaval. Essa paixão que nos une por essa festa maravilhosa e pra mim é uma emoção enorme, porque eu estou cumprindo a minha obrigação de homenagear essa turma incrível da Beija-Flor. Eu quero fazer isso com muito mais escolas, muito mais sambistas, porque esse povo merece muito mais homenagens do que ele recebe – disse Aydano André Motta ao CARNAVALESCO.

Agremiações como Unidos do Jacarezinho, Em Cima da Hora, Unidos de Lucas, Tupy de Braz de Pina e Vizinha Faladeira, tiveram suas histórias pesquisadas pelo jornalista João Pimentel, que disse à nossa reportagem a dificuldade de conseguir reunir um material para o seu livro.

– O mais difícil foi o mais prazeroso. A total ausência de fontes, total ausência de informações dessas escolas. Tive que me empenhar dentro dessas escolas, conversando com os componentes mais velhos e eu fui descobrindo histórias muito legais. Com esse enxugamento do carnaval, muitas escolas tradicionais podem sumir do mapa. Eu acho que é uma forma de dar uma força para essas escolas, contando a rica história delas.

Com diversos registros populares sobre sua história, a Portela, teve um olhar diferente, na obra de Luiz Antonio Simas, "Tantas páginas belas – Histórias da Portela". O historiador resolveu ter o ponto de partida, o olhar do subúrbio carioca, mais precisamente o bairro de Oswaldo cruz, berço da Majestade do Samba.

– A minha ideia foi trabalhar a Portela a partir da comunidade dela. Contar um pouco da história do subúrbio carioca e mostrar que a Portela só foi possível se a gente entender um pouquinho o que é essa beleza do subúrbio carioca. Então peguei a história de Oswaldo Cruz, da formação do bairro pra tentar construir o que é a Portela.

Figuras como Selminha Sorriso, Haroldo Costa, Ana Paula Araújo, Thalita Rebouças e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, marcaram presença no lançamento da coleção, que foi um sucesso de público, lotando a livraria.