Luis Carlos Magalhães comenta sobre os sambas finalistas da São Clemente