Luiz Gonzaga, Rei do Baião, será coroado em plena Avenida

Considerado por todos o Rei do Baião e, por que não, um dos candidatos a rei da música popular brasileira, o cantor e compositor Luiz Gonzaga ganhará a merecida coroação em plena Marquês de Sapucaí. O organizador da festa é ninguém mais ninguém menos que o carnavalesco Paulo Barros, responsável pelo desenvolvimento do enredo ‘O dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do Sertão’, tema que a Unidos da Tijuca levará para o Sambódromo no Carnaval 2012. Na noite desta terça-feira, em sua quadra de ensaios, a escola do Borel entregou aos compositores a sinopse do enredo, em evento transmitido para todo o mundo através da parceria entre o site CARNAVALESCO e a Radio Ação FM. Além da quadra da escola, a sinopse foi entregue simultaneamente no Recife, onde os compositores locais e autoridades pernambucanas reuniram-se no Centro de Transmissões da Empetur para acompanhar em tempo real o evento.

Principal condutor do enredo que contará a história de um dos maiores ícones da música popular brasileira, o carnavalesco Paulo Barros, em seu sexto carnaval na Unidos da Tijuca, explicou o que pretendeu com a sinopse, escrita por ele em conjunto com Isabel Azevedo, Ana Paula Trindade e Simone Martins.

– A sinopse foi confeccionada de uma maneira muito didática. Tudo aquilo que será mostrado na Avenida está bem claro nesta sinopse. Não poderia ser diferente. Temos um grande enredo e precisamos de um grande samba. Tenho certeza que vamos fazer um grande carnaval, e esse carnaval precisa exatamente de um bom samba. Esse texto fala do amor que Luiz Gonzaga tinha pela sua terra e o seu povo. Tudo o que ele cantou está introduzido.

O artista adiantou também como pretende começar o desenvolvimento do desfile da Tijuca em 2012. A história começará a ser contada de uma maneira bem peculiar.

– É preciso prestar atenção a um ponto muito importante. Este enredo acontece através de um convite. A Unidos da Tijuca vai convidar toda a realeza para a celebração e coroação do Rei Baião. Nosso enredo parte daí. Todo o trajeto, a partir da chegada dessa realeza será traçado através desta sinopse. Todo o caminho a ser seguido está muito claro. Quando se faz a coroação de um rei todas as monarquias são convidadas para a celebração. É exatamente isso que vamos fazer. Ao longo do percurso mostraremos tudo aquilo que encantou o Luiz Gonzaga e, no final do enredo, faremos a coroação do grande rei – disse Paulo, que pediu aos compositores que não se preocupem em especificar as monarquias para a festa de coroação do Rei do Baião.

– Tudo o que estiver dentro do contexto, dentro do que o Luiz Gonzaga cantou, poderá estar no samba. Acho que os compositores devem ficar livres. Se for o caso, poderemos fazer alguns ajustes durante os encontros que teremos – concluiu Paulo.

Caso achem necessário, os compositores poderão ter três reuniões com Paulo Barros. A diretoria da escola do Borel aproveitou também para anunciar que não haverá taxa de inscrição para entrar na disputa, além de confirmar as premiações de dez mil reais para o segundo colocado, oito mil reais para o terceiro, sete mil para o quarto e cinco mil reais para a parceria que ficar em quinto na disputa.

A entrega dos sambas acontece no dia 17 de agosto, das 19 às 23h, na quadra da escola. Já a largada na disputa de samba será dada no dia 20 de agosto. Além da grande presença dos compositores, da diretoria da escola e de integrantes de diversos segmentos, a nova rainha de bateria da agremiação, Gracyanne Barbosa, prestigiou a entrega da sinopse. Ela esteve acompanhada do marido, o cantor Belo, que assim como a esposa atendeu aos fãs com muita simpatia.