Marquinhos assume direção de carnaval da Renascer

 

 

A Renascer de Jacarepaguá acertou a contratação de Marcos Aurélio Fernandes, o Marquinhos, ex-presidente da Estácio de Sá, para ser o diretor de carnaval da agremiação. Segundo Marquinhos, fazer parte da Renascer de Jacarepaguá será um grande desafio, pois ele conhece bem o trabalho da escola.


– Quando era presidente da Estácio, vi o que é disputar um carnaval com a Renascer: é pedreira! E quando estive gerenciando o espetáculo como diretor de Carnaval da extinta Lesga (que até o desfile de 2012 administrou os desfiles do Acesso A e B), percebi também o nível de organização desta escola, que a cada ano dá vários passos certeiros rumo ao profissionalismo. Venho somar forças à gerência operacional e de pessoal da Renascer – disse o diretor de Carnaval da Renascer.
 

Antonio Carlos Salomão, presidente da Renascer, elogiou o novo reforço:


– O Marquinhos possui experiência e liderança que o colocam entre os melhores profissionais e gestores do Carnaval carioca, por isso o convidei para o cargo de Diretor de Carnaval, que a escola não tinha. Estamos fortalecendo nosso time com profissionais de gabarito, a fim de fazer um desfile de excelente nível no Grupo de Acesso – afirmou o presidente Antonio Carlos Salomão.
 

Marcos Aurélio Fernandes, o Marquinhos, começou sua trajetória na Portela, desfilando na ala das crianças em 1982. Depois foi diretor de ala, de harmonia, passou pelo conselho deliberativo e respondeu pela parte administrativa da escola. Assumiu o cargo de diretor de carnaval da Portela com apenas 25 anos.  Após perder a eleição para a presidência da Portela, passou a atuar na Estácio em 2005, onde exerceu diversas funções, desde diretor de Carnaval até a presidência da escola,em 2009, com mandato até 2011. Foi presidente do conselho fiscal da extinta Lesga e também diretor de carnaval da instituição em 2011, quando foi o responsável pela interlocução junto aos órgãos públicos para a produção do espetáculo. Marquinhos disse ter orgulho de sua carreira.


– Vim do operacional, passei por todos os postos de uma escola de samba. Dediquei anos da minha vida ao Carnaval e pretendo continuar por mais alguns anos labutando neste meio e adquirindo experiências e enfrentando desafios, completou Marquinhos.
 

Comente: