Mauro Quintaes promete mais inovações no Império Serrano

 

 

Arquiteto por formação, um artista do Carnaval. Mauro Quintaes, carnavalesco do G.R.E.S. Império Serrano promete inovar e profissionalizar ainda mais a agremiação para o Carnaval de 2013. Ele promete usar como ferramentas toda a sua irreverência, perfeccionismo e requinte. Com 28 anos de Carnaval, Mauro estreou na verde e branco de Madureira este ano, com o enredo “Dona Ivone Lara: Enredo do Meu Samba”, onde conseguiu transmitir com êxito a mensagem da escola ao público, uma de suas características mais marcantes. Embora nunca tenha conquistado um campeonato no grupo Especial, Mauro é um visionário na opinião dos maiores especialistas no assunto, nunca tendo ficado de fora do maior espetáculo da Terra um ano sequer, desde o início de sua carreira.


O carnavalesco foi responsável por reestruturar e modernizar o barracão, incluindo a equipe, da escola da Serrinha. Ele se orgulha de ter feito um belo trabalho sem o reaproveitamento de materiais, tendo cumprido 99% da meta do projeto do enredo. Apesar de ainda não ter definição do posicionamento da agremiação para o próximo Carnaval, se no Acesso A ou no Especial, o Império Serrano foi considerada pela opinião pública a melhor escola a desfilar na Sapucaí, no Acesso A.


O diferencial de Mauro está em considerar sua equipe um conjunto de grandes artistas. Para ele, motivação e reconhecimento são as palavras fundamentais para ter uma equipe focada e comprometida com a escola. Pensando nisso, Mauro Quintaes promete impressionar ainda mais no Carnaval de 2013, com a escola da Serrinha.


– Pegamos o Império desestruturado e colocamos o barracão nos eixos no ano passado. Ninguém é melhor do que ninguém dentro do barracão, somos todos artistas, seja o carnavalesco, o diretor de barracão, o marceneiro, a costureira, o montador de estrutura, enfim, todos. O bom funcionamento do barracão depende do comportamento do carnavalesco, e essa valorização faz todo o diferencial para levar o melhor Carnaval para a avenida. Vamos fortalecer ainda mais o Império com mais mudanças, seja qual for o enredo – promete Mauro, sem revelar as alterações que a gestão do presidente Átila Gomes fará na verde e branco de Madureira em conjunto com ele. 


Família imperiana conquista carnavalesco


O carnavalesco é categórico ao afirmar que a escola está de cara nova. Segundo Mauro, a administração jovem de Átila têm ideias inovadoras e funciona em sinergia com as dele.


– Comprei a ideia do Átila de modernizar e de reestruturar a escola, sem perder a sua tradição. A meta é agir com equilíbrio e respeito com todos os segmentos da escola, como ainda não existe carnavalesco sem o apoio do presidente da escola, e isso eu tenho do Átila. É isso que me deixa mais livre para criar, o que não ocorre em todas as escolas de samba – afirma o carnavalesco.


Mauro confessa ainda que a cada discurso e a cada choro de emoção dos imperianos, seja da diretoria seja da comunidade, foi o termômetro para aceitar o convite do presidente Átila, em 2011.


– Aí disse para mim mesmo: aqui é o meu lugar! – recorda Quintaes.


Ao falar de sua inspiração para suas criações, o carnavalesco consegue fazer um mix da simplicidade do povo com a majestade de um mestre da criatividade.


– Posso dizer que minha inspiração vem do próprio enredo, não tendo nada demais. Claro, pesquiso muito sobre o tema e assim surgem normalmente as ideias. Gosto muito de agregar tecnologia às minhas criações, tanto que fui um dos percussores a usar a tecnologia 3D em carros alegóricos e projetar uma maquete. O mais importante é que o público compreenda o enredo da agremiação – afirma o carnavalesco do Império Serrano.


Para Mauro Quintaes, dois nomes foram fundamentais para a sua trajetória no Carnaval. Com o saudoso Joãozinho Trinta, ele destaca ter tido o maior aprendizado, ao compará-lo a um mestre na arte do improviso, com quem descobriu a verdadeira magia do Carnaval. Já Renato Lage, para o carnavalesco da verde e branco de Madureira é o maior mestre da criatividade e do acabamento impecável.


A trajetória profissional do carnavalesco é um paradoxo. Ao mesmo tempo em que gosta de trabalhar com enredos polêmicos, Mauro admite apreciar temas populares. Em sua carreira no Carnaval carioca, Quintaes passou pela Vila Isabel, União da Ilha, Imperatriz, Porto da Pedra, Viradouro, Salgueiro, Mocidade Independe, Caprichosos de Pilares, Mangueira, entre outras. O carnavalesco conquistou estandartes de ouro como melhor escola, no Salgueiro, e nas categorias revelação e melhor enredo, na Porto da Pedra.