Mestre Odilon não fará parte da direção de bateria da União da Ilha

 

 

Um dos mestres de bateria mais premiados do carnaval carioca, Odilon Costa, esclareceu que não fará parte da direção de bateria da União da Ilha no Carnaval 2013. Desde o término do carnaval, a presença de mestre Odilon na diretoria de bateria da Ilha vem sendo noticiada por diversos veículos de comunicação, mas o próprio mestre negou a informação em entrevista exclusiva ao site CARNAVALESCO.


– Queria muito fazer um trabalho legal na bateria da União da Ilha, que é a minha escola de coração, nunca escondi isso de ninguém, mas houve alguns probleminhas no percurso e, para não ter confusão lá na frente, prefiro parar por aqui. Eu pensei que estava indo para Cancún, mas os caras querem  ir para o Iraque(risos)… Ia levar alguns diretores de confiança, pessoas de qualidade que iam somar ao trabalho, mas isso não foi bem recebido por algumas pessoas na escola e não quero confusão. Agradeço ao Ney pela lembrança e a todos da escola pelo carinho – esclareceu ele, que teve a contratação pedida por ritmistas antigos da escola ao presidente Ney Filardis logo depois do carnaval.


No momento, mestre Odilon continuará dando aulas e ministrando cursos de percussão. Além de cuidar da divulgação da segunda edição do livro 'O Batuque Carioca', escrito por ele e por Guilherme Gonçalves. A última bateria regida por Odilon na Marquês de Sapucaí foi a da Grande Rio, em 2009. No ano passado, ele chegou a integrar a Superdireção de bateria da Mocidade, mas não ficou até o carnaval.
 

Comente: