Nem o nervosismo atrapalhou o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Santa Cruz.

 

 

Foi com um longo abraço que o casal de mestre-sala e porta-bandeira da Santa Cruz finalizou o seu desfile. Thaissa e Eduardo deixaram a Sapucaí felizes com o que apresentaram.

– Fiquei muito feliz com a comunidade, com todos que me ajudaram com a fantasia –  explica.

Para a porta-bandeira, nem mesmo o nervosismo inicial conseguiu atrapalhar a perfomance do casal. Mas a ansiedade foi rompida logo após verem a armação da sua escola.

– Graças a Deus fomos bem em todos os módulos, mas se houve erros, eu não vi. Fomos bem recebidos pelos jurados, fizemos um desfile com um bom balé – ressalta Eduardo.

No que compete à nova estrutura do Sambódromo, o casal cuja fantasia representava as ondas eletromagnéticas do rádio, não teve objeções, uma vez que já vinham ensaiando para os dois lados. No entanto, a porta-bandeira acredita que o Sambódromo ainda precisa de ajustes.

Comente: