Nota de esclarecimento

0 Flares 0 Flares ×

Não sei se esta é a melhor hora para escrever, mas preciso deixar claras algumas situações. Tenho dedicado meu corpo e minha alma para tentar fazer a melhor cobertura possível do carnaval pela rádio Tupi e lamento que muitas pessoas não entendam isso. Os textos divulgados aqui nos últimos dias sobre os desfiles não foram escritos por mim. Não só os meus, mas de todos os outros colunistas.

É desumano pedir para que alguém sente em frente a um computador após uma noite/madrugada de desfiles e escreva um texto. Por isso o procedimento é o seguinte: alguém da redação nos liga e nós passamos o que achamos. Acontece que, naturalmente, quem está do outro lado traduz isso para suas palavras. Nem tudo que é dito é transcrito na íntegra e daí surgem questionamentos. Tenho muito mais a dizer e explicar sobre o que senti de cada desfile. Algumas ideias foram mal interpretadas pelos redatores e aviso que não mais participarei de um processo como este.

Entendo que a festa envolve paixão e que isso gera uma certa "cegueira" por parte dos torcedores. Gostaria que houvesse compreensão do outro lado também. Um desfile de escola de samba é um espetáculo dinâmico, que se apresenta diferente a cada metro de pista. E desperta emoções diferentes em cada espectador. Por isso gera tanta discussão. O que não pode faltar é respeito das partes. Procuro sempre tratar tudo com o maior respeito, mas nunca vou me furtar de expressar minhas opiniões.

Estou agora a caminho da Sapucaí para a transmissão do Grupo B, mas prometo escrever individualmente sobre cada desfile. É importante para mim. Espero que entendam.

Nota da redação: Respeitamos a nota de esclarecimento do colunista Eugênio Leal e explicamos que o sistema é feito desde o Carnaval 2009, onde os colunistas falam com a redação e passam os flashes dos comentários. Erros nessa passagem de ideias acontecem e devem ser corrigidos, como os que ocorreram e foram alterados. Temos uma vasta equipe no Sambódromo e na redação do site. Mesmo com muitas dificuldades nossas e do próprio evento, nós conseguimos realizar um trabalho difícil de ser encontrado na internet em termos de informação. Estamos cientes das nossas deficiências e procuramos melhorar a cada dia. Deixamos claro que o colunista possui plena liberdade editorial para expressar sua opinião e que, em breve, como o mesmo citou, ele vai escrever sobre cada desfile.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×