Novo mestre-sala da Estácio de Sá fala sobre desafio na Vermelho e Branco

Confirmado como mestre-sala da Estácio de Sá no Carnaval 2012, o jovem Daniel, de apenas 22 anos, terá a responsabilidade de resguardar o pavilhão empunhado pela bela Alcione, que no último Carnaval dançou com Marcinho. Ciente da tarefa, mas feliz pelo reconhecimento de seu trabalho, ele conversou com o CARNAVALESCO e contou um pouco de sua história.

Daniel é o atual segundo mestre-sala do Acadêmicos do Salgueiro e começou a sua carreira na Aprendizes do Salgueiro. Desfilou também como segundo mestre-sala da Em Cima da Hora e Acadêmicos da Barra da Tijuca. Além de já ter sido o principal mestre-sala da Vila Rica, Flor da Mina do Andará e Arranco do Engenho de Dentro, escola que esteve no último Carnaval. Apesar da pouca idade, Daniel já ganhou um Estandarte de Ouro, como revelação, pelo Acadêmicos do Salgueiro em 2010.

Dançar com Alcione não será um problema para ele, já que a dupla já esteve junta na Flor da Mina do Andaraí em 2007. Após descrever a emoção de ocupar o lugar que já foi de Bicho Novo e Claudinho, atualmente na Beija-Flor, Daniel falou sobre Alcione.

– A minha foi algo que sinceramente eu não esperava. A comunidade é muito receptiva e me abraçou de uma maneira que me deixou bem feliz. Todos sabem que eu eu sou um menino mas enxergam a respnsabilidade para ocupar a função. Já dancei junto com a Alcione e ela tem tudo a ver comigo. Tem um estilo muito clássico, uma postura muito bonita, sem dúvida uma grande porta-bandeira – disse o mestre-sala.

O casal será coreografado por Bonifácio Jr., que coreografou e foi Mestre de Cerimônia do casal da Mangueira, Rafael e Marcela Alves, no último Carnaval. Daniel revela que sempre foi um sonho trabalhar com Bonifácio.

– Confesso que fiquei lisonjeado. Sempre quis trabalhar com ele, mas não esperava que fosse tão rápido. Ele é muito competente e busca entender a dança do casal de mestre-sala e porta-bandeira. Já o observei trabalhando e ele dá toques, valoriza  nosso trabalho. Estou ansioso para trabalhar com ele – afirmou Daniel.

Cria do Acadêmicos do Salgueiro, Daniel disse ter Ronaldinho, atualmente na União da Ilha, como a principal referência na sua carreira, devido a atenção que o experiente mestre-sala lhe dava em seu começo. Com relação ao estilo de dançar,  jovem afirma tentar uma junção entre dois estilos.

– Quando comecei no Salgueiro buscava imitar a elegância e tradição do Ronaldinho com o estilo mais rápido do Mosquito, que hoje está no Império da Tijuca. O Ronaldinho foi muito importante no meu início, não que os outros não tenham sido, mas ele me deu uma atenção especial.

Daniel fará a sua estreia como primeiro mestre-sala no Grupo de Acesso A.