Novos profissionais são apresentados no Tuiuti

Para reforçar seu quadro de profissionais e buscar a permanência no Grupo de Acesso A, onde volta a desfilar em 2012, o Paraíso do Tuiuti apresentou oficialmente em festa realizada no clube São Cristóvão Imperial, na noite desta sexta-feira, três novidades para o próximo desfile. Mara Rosa, que já foi porta-bandeira do Salgueiro e União da Ilha, substitui Thais Romi e fará par com o mestre-sala Zé Roberto. Já para o comando da bateria, Celinho, ex-Unidos da Tijuca, substituirá mestre Jéfferson, e está de volta ao carnaval. Além da dupla citada, o carnavalesco Jack Vasconcelos será o responsável por desenvolver o enredo sobre  Clara Nunes, que é de sua autoria.

Aclamado com gritos de "Celinho voltou" por todo o salão, quando foi convidado pelo presidente do Tuiuti, Renato Thor, para assumir o seu posto, Celinho mostrou a humildade já conhecida dos tempos de Unidos da Tijuca. Ele garantiu que o andamento e a boa afinação dos instrumentos serão a principal característica de sua bateria. O grande número de ritmistas presentes para prestigiar a posse de Celinho deu a dimensão do quanto o diretor de bateria é querido no mundo do samba.

Quem também foi apresentada com toda a pompa merecida foi a porta-bandeira Mara Rosa, que descreveu a sensação de carregar o pavilhão da agremiação de São Cristóvão.

– Estou muito feliz. A minha expectativa é a melhor possível. Quero muito agradecer a recepção calorosa que tive. Foi tudo muito rápido. O Thor me ligou na terça e na quarta-feira já fechamos. Na quinta tive o meu primeiro ensaio com o Zé Roberto  e gostei muito do jeito dele dançar. Ele é alto, tem muita classe, já o acompanho há algum tempo e tenho certeza que a sintonia será a melhor possível –  afirmou Mara Rosa.

O mais novo par de Mara Rosa emplaca o seu terceiro carnaval consecutivo no Paraíso do Tuiuti e fez elogios para parceira.

– Conhecia o trabalho dela e, quando cogitaram o seu nome, eu fiquei na expectativa. Sei que tem muita qualidade. Agora é só entrosar. Nós nunca dançamos juntos, mas creio que não teremos problemas. Sempre ouvi falar muito bem com ela.

Feliz com o momento vivido pela escola, o presidente Thor agradeceu o apoio da comunidade no Carnaval 2011 e comentou cada uma das contratações.

– Esse ano foi complicado. Perdemos a quadra e o barracão, mas a minha diretoria é incansável, tem vontade ser campeã. Foram 1.800 fantasias doadas para a comunidade. Só Deus sabe como conseguimos. A nossa comunidade merecia mais, mas foi o que pudemos fazer. Sou muito transparente na hora de contratar os profissionais. Aqui no Tuiuti é a pessoa que se tira. Nós não tiramos ninguém. O Celinho é um cara que conheço há mais de 20 anos. Foi difícil convencê-lo a aceitar o meu convite, mas estou muito feliz com a vinda dele. É um sonho realizado. O Jack é um artista maravilhoso. Ele vai ser o nosso grande mentor este ano. E a Mara Rosa é uma pessoa que já conhecíamos o seu trabalho. Esperei a hora certa para contratar uma porta-bandeira e tenho certeza que acertei.

Recém-promovida do Grupo de Acesso B, o Paraíso do Tuiuti tentará desfilar pela segunda vez em sua história no Grupo Especial em 2013. Em 2001, com o enredo "Um mouro no Quilombo", a agremiação de São Cristóvão, apesar do bom desfile, amargou a última colocação e voltou ao Grupo A no ano seguinte.