O esperado aconteceu: São Clemente faz junção nos sambas das parcerias finalistas

E o esperado, a tão falada junção, aconteceu na final de samba-enredo da São Clemente para o Carnaval 2013. Com isso, a direção optou por pegar o refrão principal e a segunda parte da obra de Gabriel Mansilha e juntou com a primeira parte e o refrão do meio do samba de Nelson Amatuzzi Victor Alves, Floriano do Caranguejo, Beto Savana, Guguinha e Fabio Portugal. O presidente da agremiação, Renato Almeida Gomes, disse que fez o melhor para São Clemente. Ele também ressaltou o potencial dos jovens compositores da escola. A São Clemente abre o desfile do Grupo Especial na segunda-feira de carnaval com o enredo "Horário Nobre", que será desenvolvido pelo carnavalesco Fábio Ricardo. Durante a final de samba, o site CARNAVALESCO revelou, em primeira mão, que Renato Vieira é o novo coreógrafo da comissão de frente da São Clemente. (Foto ao lado de Ricardo Almeida/Divulgação)


* Vídeo: clique aqui e veja o anúncio do samba da São Clemente
 

* Confira a letra do samba da São Clemente


– Um êxtase inexplicável. Primeiro ano que participo de uma eliminatória e numa escola que participo e desfilo desde criança fica um sentimento indescritível. Não esperava competir tão cedo mais as coisas acontecem, é assim mesmo. Agora como campeão pretendo continuar compondo nos próximos anos – disse o emocionado compositor Gabriel Mansilha.
 

* Veja aqui galeria de fotos da final


Compositor da outra parceria, Fábio Portugal falou sobre a junção e das linhas escolhidas pelos compositores: – Foi uma escolha do presidente. Percebemos que os segmentos da escola estavam com o nosso samba, mas, a casa é do Renato e temos que respeitar. Agora, passou hoje é pensar no desfile e a São Clemente é um samba só. Claro que viemos para ganhar. Agora é questão de refletir. Cada um tem sua linha de samba. O Gabriel optou por fazer os personagens e a gente das novelas. A escola achou melhor juntar e pronto.

Como foram as apresentações

O samba da parceria de Victor Alves foi o primeiro a se apresentar. O intérprete Wantuir levou muito bem o samba durante suas 10 passadas. Porém, a torcida só cantava o refrão principal e fazia coreografia com os braços no segundo refrão. Apesar disso, o samba passou forte e mostrou que a disputa seria acirrada.

O segundo de Gabriel Mansilha contou com pessoas fantasiadas de "Tufão", "Viúva Porcina" e "Sinhozinho Malta". Destaque para os dois refrões super irreverentes. A torcida cantou mais do que o primeiro samba. A obra passou muito bem em todas passadas. No fim da apresentação, a junção com o outro samba já era dada pela maioria do público presente na quadra.
 

Em entrevista para o site CARNAVALESCO, Fábio Ricardo disse que promete muito mais para o desfile de 2013, após o belo espetáculo de 2012. – Vocês vão ver as diferenças desse ano para o próximo. Diferenças nas alegorias, fantasias e nas alas. Teremos um carnaval muito bom e bonito – afirmou. Fabinho ainda comentou a importância do samba para seu conjunto de desfile. – O samba ajuda não só o meu trabalho, como também o trabalho harmônico e a evolução da escola. O importante é casar o samba com que vem sendo produzido no barracão.

Mestre Gil, comandante da bateria, afirmou que três ou quatro bossas vão ser encaixadas no samba campeão. Ele também disse o que achou do 'novo Sambódromo' no Carnaval 2012. – Agora, a tendência é o som se dissipar, mas em matéria de ritmo não sentimos diferença não – explicou.

O intérprete Igor Sorriso ressaltou o poder do samba para o sucesso do desfile. – Na minha opinião o samba é o combustível de uma escola. Não temos como prever uma porcentagem exata, mas o bom samba anima os componentes e ainda puxa os outros quesitos. Depois dessa escolha, já temos que focar em cima dele para extrairmos o máximo possível de emoção, alegria para contagiarmos os componentes e o público.

O site CARNAVALESCO ouviu os compositores das duas parcerias vencedores. Cada um apontou sua parte predileta em suas obras. – Dance bem, dance mal, dance sem parar é minha parte favorita. O engraçado é que, na hora em que saiu esse refrão, eu não gostei muito. Mas, 20 minutos depois, eu já estava até fazendo coreografia!! (risos) – disse Victor Alves. Gabriel indicou o refrão principal como que mais gosta. – Um samba para São Clemente, ainda mais depois de 2012 e com um tema tão popular como as novelas, teria que ser algo bem alegre, de imediata comunicação. Com isso, fiz esta homenagem a Sinhozinho Malta e Viúva Porcina, dois dos maiores personagens da teledramaturgia brasileira e logo depois digo que além deles, teremos "outros imortais também presentes na tela da São Clemente – explicou Gabriel.

Comente: