Para levantar a poeira na Sapucaí, Cubango escolhe parceria de Beto Gama

Engana-se quem pensa que o presidente da ala dos compositores da Acadêmicos do Cubango seja alguém que já teve seu samba entoado pelos componentes muitas vezes na Marquês de Sapucaí. Em sua 12ª participação em disputas e na quinta final, Beta Gama saiu vitorioso pela primeira vez e vai ajudar a escola a levar para a avenida o enredo "Barão de Mauá – Sonho de um Brasil moderno".

– Estou muito emocionado, está sendo maravilhoso. Há 50 anos me dedico a essa escola e estou feliz demais – comemorou ele, que foi muito abraçado por componentes da Harmonia quando desceu do palco. Completando a parceira estavam, não menos contentes, Emerson e Belo. Regina Angélica e Totonho não estiveram na quadra.

* Clique aqui e ouça o samba da Cubango para o Carnaval de 2012

Os intérpretes da escola, Hugo Júnior e Marcelo Guimarães, defenderam o samba, que foi o último a se apresentar. A torcida, em bom número, levou para a quadra bolas verde e brancas e garantiu a animação até o final.

– O samba como um todo passou bem e veio num processo crescente durante as eliminatórias. Na final ele arrebatou a quadra – disse Hugo, que comentou ainda como funciona o trabalho com Marcelo e ainda Sereno, que completa o trio de cantores da Cubango. – É ótimo porque reunimos três estilos diferentes e a escola ganha mais qualidade porque determinada característica pode falar em um ou outro.

* Clique aqui e veja galeria de fotos da final de samba-enredo da Cubango

As apresentações tiveram 25 minutos de duração e todas as torcidas permaneceram animadas e cantando durante todo o tempo com destaque, naturalmente, para o refrão principal. Nenhuma delas, porém, teve uma passagem que desse a certeza do resultado antes do anúncio do patrono da escola, Marcelo Petrus Kalil. Ele pediu que ficassem juntos no palco um intérprete de cada parceria e entregou o microfone ao vencedor.

O presidente da agremiação, Pelé, comentou que o samba escolhido tem uma boa leitura do enredo, representando as alegorias e fantasias da verde e branco de Niterói. Ele ainda garantiu que a apresentação deste sábado fez a diferença.

Segundo ele, o investimento para o desfile de 2012 é de R$ 2,5 milhões, com o patrocínio de R$ 350 mil da Prefeitura de Niterói.

O carnavalesco Jaime Cezário contou que os trabalhos no barracão da Cubango estão adiantados.

– Levando em consideração apenas o meu trabalho, já está tudo pronto, agora estamos partindo para o levantamento de materiais e execução. Já iniciamos o trabalho no abre-alas – comentou ele, que este ano divide as atenções com a Porto da Pedra, do Grupo Especial.

– Eu trabalho com muita organização e por isso consigo conciliar duas escolas. Lá, eu preciso de cerca de um mês e meio de muito trabalho para correr atrás do tempo perdido.

Cezário contou com uma ajuda especial para construir o enredo da Cubango: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Fã do Barão de Mauá, ele emprestou três livros ao carnavalesco.

– Fiquei feliz por ter a ajuda de alguém tão importante. O material do Lula foi fundamental.

Responda: o que você achou do resultado?