Pela primeira vez em 40 anos, Neguinho da Beija-Flor vai defender um samba em outra escola

Quarenta anos depois de iniciar a sua carreira no mundo de samba e após se tornar o intérprete mais famoso do Brasil, chegando até mesmo a exportar sua voz em carreira internacional, Neguinho da Beija-Flor defenderá, pela primeira vez, um samba na quadra de outra escola que não a Azul e Branco de Nilópolis. A data e o local desse fato memorável já estão marcados: no sábado à noite, durante a semifinal da Mocidade, Neguinho subirá ao palco do Maracanã do Samba para cantar o samba da parceria dos compositores Marcelo do Rap, Anderson Viana, Tio Robson Guerreiro, Toninho do Trailler, D. Gomes, Christian e Lúcio Naval. Após gravar o samba da parceria em estúdio, o intérprete se prepara para subir ao palco da Verde e Branco de Padre Miguel no próximo final de semana e tentar, com seu grito de guerra e voz inconfundíveis, levar o samba da parceria que defende até a final de samba da escola:

* OUÇA AQUI O SAMBA

– Eu sou do meio do samba e era o único que nunca participou das disputas. Estou achando legal, mas só vou cantar os sambas que eu gostar. Vou cantar o samba da parceria do Marcelo do Rap na Mocidade porque é de autoria de amigos e porque gosto muito da obra. Não houve nenhum impedimento por parte da direção da minha escola, por enquanto nenhuma reação nenhuma quanto a isso – afirmou Neguinho.

Desde que anunciou que gravaria sambas concorrentes, em julho deste ano, Neguinho foi convidado por compositores de diversas escolas para abrilhantar e trazer peso às obras. Na ocasião do anúncio de sua disponibilidade para as disputas, ele declarou que 'não poderia morrer sem ter essa experiência'. O compositor Marcelo do Rap concorda com a afirmação de Neguinho. Ele é um dos representantes da parceria que convidou Neguinho, contou ao CARNAVALESCO que decidiu chamá-lo após ler na internet que o intérprete estava disponível e o define como a maior voz do carnaval:

– O Neguinho é a maior voz do carnaval. Até ele cantando 'atirei o pau no gato' seria ótimo – brinca Marcelo – O que nos levou a convidá-lo foi uma reportagem em que ele dizia que estava disponível para cantar os sambas que considerasse bons. Acho que é o sonho de qualquer compositor ter o Neguinho cantando seu samba. É algo surreal que se realizou. Acho que os grandes compositores do carnaval teriam feito qualquer esforço pra ter o Neguinho cantando o samba deles. Independente disso, a força do nosso samba vem da comunidade, nos mantemos humildes – afirmou Marcelo.

A semifinal da Mocidade ocorre neste sábado, a partir das 23h, na quadra da escola, localizada na Avenida Brasil, 31.156, em Padre Miguel.