Periclés diz que sentiu orgulho e medo ao ser convidado para cantar na Mangueira

Por Luis Felipe Aragão

whatsapp-image-2017-10-07-at-23-10-06O Palácio do Samba recebeu uma presença especial nesse sábado. Periclés, que cantará ao lado de Ciganerey no desfile do ano que vem, fez questão de ir na quadra da Mangueira para prestigiar a final de samba-enredo da escola para o Carnaval 2018. Mesmo sem poder ficar até o final, já que tinha um show ainda para fazer, o novo membro do carro de som falou com o site CARNAVALESCO sobre o sentimento quando recebeu o convite da Estação Primeira de Mangueira.

– Senti um orgulho imenso e um medo maior ainda. Desde do começo, quando teve a menção do convite, eu fiquei muito preocupado e muito feliz também. É uma responsabilidade que se dá a quem pode carregar e eu quero dar o meu melhor – conta Periclés.

O artista aproveitou para dar sua opinião sobre o possível cancelamento dos ensaios técnicos desse ano.

– Eu acho que toda maneira que tivermos de divulgar o Carnaval é válida. Independente de ter ensaio técnico ou não eu encaro como uma maneira de levar o Carnaval para quem não pode ter. Todas essas intervenções para tirar o dinheiro do carnaval mexem com a cultura e ela não pode mais pagar por isso – afirma Periclés.

Um comentário em “Periclés diz que sentiu orgulho e medo ao ser convidado para cantar na Mangueira

Os comentários estão desativados.