‘Portela de Asas Abertas’ vai homenagear baluartes da azul e branco

Criada com o intuito de manter em evidência a obra de compositores ilustres da escola de Oswaldo Cruz e Madureira, a roda de samba acústica “Portela de Asas Abertas”, que abre espaço para sambistas de várias partes do país, terá no sábado, 17, a última edição do ano.

Serão reverenciadas as memórias de Paulo da Portela, Antônio Caetano e Antônio Rufino, compositores e fundadores da agremiação. Monarco, líder da Velha Guarda Show, e o grupo “Glória ao Samba” – formado por sambistas de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro – são os responsáveis pela escolha e interpretação do repertório, que vai incluir inéditas dos bambas.

Também no sábado haverá outras atrações. O Departamento Cultural lançará o projeto “Consulados da Portela”, representações socioculturais da agremiação nos diversos municípios do país onde houver portelenses interessados em participar. Aproveitando o evento, a escola vai inaugurar bustos de Antônio Rufino e Antônio Caetano, que ficarão próximos a obras semelhantes que homenageiam Paulo da Portela e Natal e que ficam em exposição permanente.

O “Portela de Asas Abertas” vai das 15h às 21h. A quadra fica na Rua Clara Nunes, 81, Madureira. A entrada custa R$ 10.

SERVIÇO

Portela de Asas Abertas

Data: 17 de outubro de 2015

Horário: das 15 às 21 horas

Local: Rua Clara Nunes, 81 – Madureira

Entrada: R$ 10.