Porto da Pedra ainda está com esperança de desfilar no Especial em 2013

 

 

Depois da 12ª colocação no Carnaval 2012, a Unidos do Porto da Pedra foi rebaixada depois de onze anos seguidos no Grupo Especial. Adepto do modelo profissional de administração, o presidente da escola, Francisco José Marins, garante que trabalha seguindo os parâmetros do Grupo de Acesso, mas ainda guarda esperança de ver o Tigre de São Gonçalo desfilando na elite do samba no ano que vem. A razão é simples: o resultado do Grupo de Acesso A ainda não foi homologado.


– Pelo o que eu acompanho nos jornais e nos sites o resultado ainda não é oficial. O prefeito não homologou. É claro que não vou ficar parado esperando. Já trabalho visando o desfile do Grupo de Acesso, mas dentro do nosso planejamento existe um dispositivo que nos permite a mudança caso seja definida a nossa permanência no Grupo Especial. Os presidentes estão sendo chamados para depor e o Ministério Público está trabalhando – afirmou o presidente Chiquinho.


O dirigente confirmou a saída do carnavalesco Jaime Cezário, que, segundo Chiquinho ''não pertencia a Porto da Pedra, estava emprestado''. O site CARNAVALESCO apurou que o nome de Fábio Ricardo, carnavalesco da São Clemente, seria o preferido para cumprir jornada dupla no Carnaval 2013 e desenvolver uma das três opções de enredo da Vermelho e Branco de São Gonçalo.


– Muita gente me pergunta sobre isso, mas fico na dependência da definição dessa situação do Grupo Especial. Se fecho com ele e a escola permanece, não adianta nada, por que ele é da São Clemente. Até as nossas possibilidades de enredo serão definidas assim. Temos duas propostas de enredo patrocinado e uma de um tema autoral.


O maior destaque do desfile da Porto da Pedra em 2012 foi, sem dúvida, o desempenho da bateria Ritmo Feroz comandada pelo mestre Thiago Diogo, assediado por outras agremiações, o diretor de bateria já recebeu convite do presidente para permanecer, mas ainda não definiu se fica ou não em São Gonçalo. Outro profissional valorizado é o intérprete Wander Pires. Francisco José Marins fez muitos elogios à dupla.


– Coloquei o Thiago numa situação até meio constrangedora(risos)… Reforcei o convite de permanência a ele durante a última feijoada, no microfone, na frente de todo mundo. Ele só não fica na escola se não quiser. Sei que é um profissional valorizado e entendo que propostas estão sendo feitas. Mesmo se ele sair, quero que continue nos apoiando, pois a bateria só alcançou o nível que tem hoje por culpa única e exclusiva do trabalho dele, de seus diretores e ritmistas. O convite para o Wander também já foi feito. Estou muito satisfeito com o rendimento dele e acho importante mantê-lo nesse processo de profissionalização que quero implantar na escola. O samba ganhou muito na interpretação dele. Já fiz a proposta financeira, conversamos e ele deve me dar a resposta até o final desta semana.


O abismo econômico existente entre as escolas dos grupos Especial e de Acesso é imenso, mas a questão não parece preocupar tanto o dirigente. Ele afirmou que a estratégia da Porto da Pedra será reaproveitar bastante coisa das fantasias e alegorias usadas no Carnaval 2012, já que, para ele, a Vermelho e Branco de São Gonçalo apresentou um carnaval luxuoso. A proposta é, mesmo desfilando no Grupo A, desfilar de maneira grandiosa e imponente. 

Comente: