Prefeito Eduardo Paes fica surpreso positivamente com o barracão da Portela

Na manhã desta quinta-feira, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, visitou todos os barracões das escolas do Grupo Especial na Cidade do Samba. Após o tour, ele conversou com a imprensa e mostrou empolgação, fugindo até do pessimismo que paira sobre os sambistas que pensam que o trabalho na maioria das escolas está atrasado.

– Nesses três anos que eu visito a Cidade do Samba, eu tenho certeza que é o ano que encontro o trabalho mais adiantado. Fiquei surpreso positivamente com a Portela – disse o prefeito, que toda hora brincava com Nilo Figueiredo, presidente da Portela. Apesar da declaração, a escola ainda está com carros na madeira.

O site CARNAVALESCO conferiu que a Renascer de Jacarepaguá é a escola mais adiantada. Estação Primeira de Mangueira e Vila Isabel são as mais atrasadadas. Nas demais escolas, o trabalho segue em bom ritmo.

Durante a visita ao barracão da Unidos da Tijuca, o prefeito foi recepcionado pelo carnavalesco Paulo Barros, que pediu para o prefeito resolver um desnível que existe na pista na entrada do Setor 1 e anos arredores do Sambódromo. Paes afirmou estar ciente desses problemas e solicitou que o secretário de Turismo, Antonio Pedro, marque uma visita ao Sambódromo junto com o carnavalesco Paulo Barros para que ele apresente demandas para serem resolvidas no local.

Eduardo Paes deu uma boa notícia para a Vila Isabel. Segundo o prefeito, o edital da obra para acústica da quadra vai ser lançado em breve.

Sobre o Grupo de Acesso, Paes disse que a prioridade no momento é conseguir um terreno para abrigar a Cidade do Samba 2, mas que ainda não existe nenhum espaço e que é prematuro falar no início das obras. Ele explicou que as escolas que desfilam na Intendente Magalhães vão passar por dificuldades normais no espaço, já que ali estão sendo feitas obras pela prefeitura do Rio. 

Comente: