Prefeitura acolherá as escolas do Grupo de acesso que estão com ordem de despejo

As seis escolas do Grupo de Acesso ligadas a Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso (Lesga) serão acomodadas a partir de sexta em um terreno de 6 mil metros quadrados alugado pela Prefeitura do Rio na rua Peter Lund, 30, Caju, Zona Portuária do Rio. Além delas, a Acadêmicos de Santa Cruz, do Grupo A, também será transferida para o novo local. As escolas estão hoje abrigadas no terreno da antiga Rede Ferroviária Federal (RFFSA), na Praça Marechal Hermes 63, no Santo Cristo. Elas terão que deixar o local por conta de ação de reintegração de posse movida pela União, proprietária do terreno.

Desde que as escolas de samba foram comunicadas pela União, proprietária do terreno, sobre a necessidade de deixar o atual local, a Prefeitura do Rio iniciou esforços para solucionar o problema.  Riotur e Cdurp (Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro, empresa responsável pela implantação do projeto Porto Maravilha) vêm se reunindo sistematicamente com as agremiações para encontrar um terreno com espaço adequado para que as escolas ligadas a Lesga, pudessem acomodar os barracões.

Na tarde desta quinta-feira, a Prefeitura alugou terreno no Caju, para que as escolas possam ser transferidas. Com a mudança do barracão da Santa Cruz para o Caju, a Renascer de Jacarepaguá – que subiu para o Grupo Especial – ficará temporariamente onde hoje está a Santa Cruz (na Rodrigues Alves ao lado da Cidade do Samba). A mudança definitiva acontecerá no dia 30 de novembro, quando termina a obra dos Barracões da Cidade do Samba que pegaram fogo em fevereiro deste ano.

– O importante é que conseguimos num esforço conjunto arrumar um espaço para acomodar as Agremiações. Desde o início estamos (RIOTUR e CDURP) acompanhando os processos de desapropriação e buscando um local para as escolas, tudo com recomendação expressa do prefeito Eduardo Paes de dar total apoio às agremiações. Não deixaríamos as escolas de samba que encantam o Carnaval Carioca desassistidas – afirmou o secretário Especial de Turismo e Presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello.

Com o aluguel do terreno, mudam de barracão: Santa Tereza, Difícil é o Nome, Acadêmicos de Santa Cruz, Unidos de Padre Miguel, Parque Curicica, União de Jacarepaguá, Vicente de Carvalho e Renascer de Jacarepaguá, esta última que subiu para o Grupo Especial e a partir de 30 de Novembro irá ocupar um barracão na Cidade do Samba.