Prefeitura decreta ponto facultativo e já interdita Presidente Vargas na sexta

 

 

A prefeitura do Rio anunciou na manhã desta quarta o esquema especial que será utilizado para os quatro dias de desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí mais o Sábado das Campeãs. O secretário municipal de Turismo, Antônio Pedro Figueira de Mello, confirmou que a sexta será ponto facultativo na cidade e fez um apelo aos cariocas e turistas. – É importante não usar o carro para acessar o centro a partir já de quinta-feira, quando algumas alegorias já estarão se encaminhando para a Sapucaí e a cidade estará sofrendo com alto fluxo de saída de veículos, disse Antônio Pedro na coletiva de apresentação do esquema no Centro de Operações da Prefeitura, CO-Rio.

De acordo com Antonio Pedro a sexta-feira voltou a ser "de carnaval" no Rio desde o ano passado com a mudança do desfile da Série A, que ocupa o Sambódromo já no primeiro dia de folia. – Temos um dia de uso pleno da Sapucaí. Antes eram as crianças, um fluxo menor de pessoas. Com a mudança o esquema especial tem de começar já na sexta, explicou o secretário.

Antonio Pedro enalteceu os 30 anos do Sambódromo e anunciou novidades nos desfiles deste ano no que tange à iluminação da pista. – Pouca gente notou, mas estamos fazendo um esquema de iluminação diferente, especial, de acordo com cada agremiação, para privilegiar as alegorias, afirmou o secretário de Turismo. Ele também anunciou que o folião poderá usar o Twitter e o Facebook para interação por meios das hashtags #TonoRio e #Sapucai30anos.

Também presente na coletiva, o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório explicou que o esquema de interdições na região da Marquês de Sapucaí vai começar mais cedo este ano. – A principal diferença em relação a 2013 é que não temos mais as opções da Perimetral e do mergulhão da Praça XV. A presidente Vargas já vai amanhecer com parte de suas pistas interditada na sexta e ao longo do dia os bloqueios se intensificam para os desfiles das escolas da Série A, explicou o secretário de Transportes.

De acordo com a secretaria de Transportes as interdições na Avenida Presidente Vargas começam à 00h de sexta e até o último dia de desfiles na Sapucaí elas permanecem, e retornam para o Sábado das Campeãs. – É importante esclarecer para a população que não existem alternativas para a região do Sambódromo. Acessar a Sapucaí de carro será impossível, avisou o secretário Carlos Roberto Osório.

Metrô funcionará 24h

O Metrô Rio também divulgou na coletiva seu esquema especial para o carnaval. Como vem acontecendo todo ano, o funcionamento será 24h a partir das 05h da manhã de sexta e vai até as 23h da terça de carnaval. A Linha 2 irá operar em esquema especial da Pavuna até General Osório. Outra mudança importante anunciada foi a de que a estação Cinelândia não vai funcionar no sábado, devido ao desfile do Cordão da Bola Preta. O usuário deverá acessar as estações Carioca e Uruguaiana. A estação Cinelândia foi cedida pelo Metrô Rio como ponto de apoio para os bombeiros e a polícia.

O usuário também deve ficar atento ao funcionamento da estação General Osório, em Ipanema, já que devido ao forte acúmulo de blocos na região, haverá esquema especial de embarque entre sábado e terça-feira de carnaval. O embarque só será possível através da Rua Sá Ferreira, enquanto que os acessos das ruas Teixeira de Melo e Jangadeiros, além da Praça General Osório só funcionarão para desembarque.

Para quem for acompanhar os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí a melhor maneira de chegar ao Sambódromo também é pelo Metrô. Quem for acessar os setores pares deve optar pela estação Praça Onze, já quem for para os setores ímpares a melhor opção é a estação Central do Brasil. As estações Maracanã, Presidente Vargas e Catete fecharão à 00h de sábado, reabrindo às 05h do mesmo dia e fecharão novamente à 00h de domingo, só reabrindo na manhã de quarta, às 05h.

Ordem Pública

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) anunciou um aumento de 14% no efetivo de agentes para fiscalização de irregularidades. Os principais alvos da repressão serão em cima dos ambulantes não credenciados, que serã diferentes daqueles que trabalharão nos blocos, e ao estacionamento irregular. Serão 174 ambulantes credenciados para trabalherem em barracas padronizadas, localizadas no interio do Sambódromo.

Conservação

A Secretaria de Conservação (Seconserva) vai impantar pelo segundo ano consecutivo na Marquês de Sapucaí o Centro de Operações Avançado, que trabalhará em conjunto com CO-Rio por meio de transmissões em fibra óptica. Durante as saídas das alegorias de seus respectivos barracões haverá um carro do Centro de Operações monitorando todo o trajeto que cada escola utilizará na região do Sambódromo.