Presidentes do Grupo A analisam posição de desfile

Viradouro (Gusttavo Clarão – presidente) – "Escolhi a sexta posição de desfile porque foi unanimidade na opção da diretoria e da harmonia da escola. A concentração ao lado dos Correios é a nossa preferência, pois no ano passado tivemos um carro prejudicado por conta da passarela do Balança. O horário também é o ideial, nem no início, nem no fim, exatamente no meio".
 
Império Serrano (Átila – presidente) – "O Império está muito feliz com a oitava colocação. Temos chão e comunidade independente do horário do desfile. O nosso carnavalesco (Mauro Quintaes) preferia o outro lado da concentração, mas pro imperiano não importa. Temos que fazer nosso desfile com qualidade e rezar apenas para não chover".
 
Cubango (Pelé – presidente) – "Só não queria colar com a Viradouro, pelo fato de sermos da mesma região (Niterói), isso não acontecendo, o que viesse seria lucro, sendo assim, estamos muito satisfeitos em fechar os desfiles do sábado de carnaval".

Império da Tijuca (Antônio Marcos Telles (Tê) – presidente) – "Se repetiu a posição do ano passado, mas o Império da Tijuca não depende de colocação de desfile. Nós viremos para ganhar o carnaval, com todo o respeito às co-irmãs. Eu prefiro o Balança. Quando cheguei aqui disse que queria a quinta ou a sétima posição de desfila. No Balança se organiza melhor a escola, mas quem quer ganhar o carnaval não pode ficar escolhendo isso. O principal é fazer um grande desfile".
 
Santa Cruz – (Moisés Antônio Coutinho (Zezo) – presidente) – "Foi o melhor horário. Vamos desfilar num horário nobre e dá tempo de os componentes se organizarem. Antes de meia-noite é complicado. Mais tarde o jurado tem uma avaliação melhor. Ele já viu mais escolas e tem um parâmetro mais bem definido. O lado da concentração também foi perfeito. No ímpar você já vem direto do barracão. Não tem problemas para manobrar os carros".
 
Estácio de Sá  – (Leziário Nascimento – presidente) – "Para nós foi bom. O que vem de Deus está certo. Quando fomos campeões desfilamos com segunda escola. Se a concentração fosse nos Correios seria melhor. O morro descia todo, mas está bom também".
 
Inocentes de Belford Roxo  – (Reginaldo Gomes – presidente) – "Os carnavalescos não gostam muito de desfilar no lado do Balança, mas para a montagem da escola eu ainda acho que é melhor. Nessa disputa quem está querendo disputar o título não pode escolher lado. São nove escolas de alto nível. Dessas nove duas caem e uma sobe. É muito equilibrado. Quem errar menos será a campeã".
 
Paraíso do Tuiuti – (Renato Thor – presidente) – "Desde que eu sou presidente do Tuiuti ainda não passei por essa situação, mas está na mão de Deus. Vou fazer de tudo para fazer um belíssimo carnaval para alcançarmos o nosso objetivo. O trabalho é árduo e bem cansativo. Só tem nove escolas no Grupo, mas a Tuiuti vai fazer o seu papel. Nós fomos a última a desfilar e acabamos em primeiro no Grupo B. Vou tentar ser o primeiro abrindo o desfile agora. O lado do Balança me favorece. Meu barracão é o antigo da Mangueira e é lá que eu vou fazer minha concentração a partir das 17h".

Rocinha (Déo Pessoa – presidente) – "Nós estávamos na torcida pelo lado par, desde que não fosse após a 6ª, gostamos da posição definida, pois assim poderemos melhor posicionar a escola para o desfile. A campeã do carnaval passado foi a 2ª a desfilar, quem sabe no próximo carnaval a 2ª também seja campeã".