Presidentes e diretores de todas escolas analisam o sorteio do Grupo Especial

0 Flares 0 Flares ×

Domingo

Renascer de Jacarepaguá
Antonio Carlos Salomão – presidente
"Eu acho que o horário não influencia muito não. Tenho confiança no trabalho que eu estou fazendo. Abro esse carnaval tranquilamente. A Renascer virá grande, do tamanho que ela merece".

Alexandre Louzada – diretor de carnaval
"Pra gente não vai fazer diferença abrir o carnaval. Neste ano, já fomos a segunda escola a desfilar. Vamos fazer um trabalho junto à comunidade. Sempre falamos para os componentes para chegarem cedo, não muda muito. O público que for ao Sambódromo verá que a Renascer veio para ficar. Nós não queremos voltar para o Acesso. O trabalho é feito de forma consciente".

Portela
Nilo Figueiredo – presidente
"Acho que foi bom. A Potela vai desfilar numa boa hora. Além disso, estaremos do lado dos Correios, onde conseguiremos montar a escola toda dentro da concentração. O que eu não posso é desfilar por último, isso não dá".

Junior Scafura – diretor de carnaval
"Em 1984, a Portela foi a campeã de domingo na inauguração do Sambódromo. Agora teremos uma reinauguração. Quem sabe a Portela não repete a dose? Tenho certeza que o enredo também nos dará sorte. O lado da concentração também é ótimo. Os melhores desfiles da Portela foram do lado dos Correios, fiquei bastante feliz. A Vila Isabel quis trocar conosco, mas desfilar de manhã não era a nossa vontade, o presidente preferiu não trocar".

Imperatriz Leopoldinense
Wagner Araújo – diretor de carnaval
"Na verdade nós subimos uma posição. Nós últimos dois anos fomos a segunda escola de domingo a desfilar. A grande verdade é que, da maneira que o espetáculo é conduzido, você tem é que fazer um grande desfile. A disputa é comparativa. Nós torcemos é para que os jurados sejam coerentes. Você tem é que ir pra dentro do seu barracão, da sua quadra, e fazer um grande trabalho. Não podemos ficar preocupados com ordem de desfile. Este ano nós tivemos escolas muito bem colocadas em relação à perspectiva de desfile e não obtiveram bons resultados. Eu gosto de concentrar do lado do Balança. A possibilidade que você tem de praticamente problemas zero com relação à largura é muito bom. Colocar a escola toda dentro da área de concentração é muito interessante. Apesar do viaduto, que você tem que se preparar para ele, é um lugar bom de desfile".

Guilherme Nóbrega – diretor de harmonia
"Não poderia ser melhor. A terceira escola de domingo pega a Avenida quente. Com um samba valente a comunidade cai pra dentroe vamos levantar a Sapucaí cedo. Tô feliz com essa posição. Sempre fui muito feliz no Balança. É a melhor concentração. Temos uma equipe que está acostumada com o sobe e desce dos carros para passar no viaduto. Não tem mistério nenhum. Vamos demonstrar que independnete de domingo e segunda o que importa é a garra dos componentes".

Luizinho Drummond – presidente
"É uma posição boa. Num desfile com sete escolas, estamos pelo meio. Ser a última é que seria ruim. Não vejo problemas em desfilar no lado ímpar. Como todas as escolas, já desfilamos pelos dois lados, a Imperatriz está acostumada".

Mocidade
Ricardo Simpatia – diretor de carnaval
"O quarto lugar de domingo é bom. Vamos voltar às origens da Mocidade, desfilando do lado dos Correios. Antigamente o nosso barracão era alí atrás e o nosso componente adora concentrar ali. O lado dos Correios também ajuda muito o trabalho do carnavalesco, que não terá a a preocupação com as esculturas que o viaduto dá. O espaço ali é menor, mas vamos usar o plano B, usar a área de serviço que tem lá. Já fomos cxampeões várias vezes desfilando no lado dos Correios e a Mocidade vai pintar o céu da Avenida, arrebentar com Portinari".

Paulo Vianna – presidente
"Eu queria ser a quarta de segunda, mas não deu. Não importra o dia. O importante é a escola fazer um grande desfile e mostrar o que é a Mocidade. Nos vamos para o sorteio na esperança de conseguir uma boa posição, mas fazer um grande carnaval é o objetivo maior. Hoje os dois lados estão bem organizados. A Liesa dá uma estrutura às escolas".

Porto da Pedra
Amauri de Oliveira – diretor de carnaval
"Achei positivo. Era uma opção nossa. Nos reunimos hoje cedo no barracão para poder achar um bom posicionamento de desfile. A nossa preferência era desfilar do lado do Balança. Com certeza foi bom. Nós entedemos que era a melhor opção. O que não queríamos era encerrar o desfile. Quinta posição está de ótimo tamanho. Com relação ao viaduto, já estamos preparados. Nossos carros são equipados com um dispositivo que é só apertar um simples botão para elevar ou abaixar as esculturas. Do lado do Balança se tem mais espaço e segurança".

Francisco José Marins – presidente
"O resultado foi o melhor possível. Queríamos desfilar em terceiro ou quinto e acabamos dando essa sorte. No último carnaval falaram mmuita coisa da nossa ordem de desfile, mas nós gostamos muito dessa colocação. Está maravilhoso. Nós preferimos concentrar do lado do Balança. Apesar do viaduto, é muito melhor para montar a escola, o espaço é bem melhor, por isso troquei do sexto para o quinto lugar".

Beija-Flor
Fran-Sérgio – comissão de carnaval
"Achei muito bom. Quinto era ruim pra gente por causa do viaduto, mas em sexto eu gostei. Há uma pequena diferença em desfilar domingo, mas eu gostei. Desfilar pelo lado dos correios não é um problema, é bom para o tamanho das alegorias".

Nelsinho Abraão David – presidente
"Conversei com o meu tio Anísio e ele me falou que o mais importante é ganhar, não importa a posição de desfile. Está entregue a Deus. No ano passado, eu tirei exatamente aquilo que o Laíla tinha me pedido. O carnaval é na Avenida. Respeitando as co-irmãs, eu confio na Beija-Flor. Eu prefiro o lado dos correios. Fui no Paulo Vianna e ele preferiu não trocar, depois fui no Porto da Pedra e eles aceitaram numa boa".

Vila Isabel
Wilsinho – presidente
"Ser a última não tem problema algum. As escolas grandes acabaram ficando com as últimas posições. Desfilar depois da Beija-Flor é uma responsabilidade grande, mas o público vai estar na Sapucaí. A Vila Isabel é sempre muito aguardada. Vai estar de dia, mas com África e Rosa Magalhães tenho confiança. Antes do sorteio eu estava lembrando que a Vila no ano que subiu, em 2005, foi a sétima de domingo. Ninguém acreditava na escola e nós permanecemos no Grupo Especial, depois de onze anos que isso não acontecia. A Vila Isabel estará sempre preparada. Quem é bom é bom em qualquer lugar".

Junior Schall – diretor de carnaval
"Nós queríamos um pouco mais cedo, mas a Vila é uma escola de força e tradição. Acho que o maior incômodo é o fato de ter sete escolas. Nada contra a Renascer estar conosco. A Rosa é uma grande carnavalesca, a equipe é boa e nós vamos pensar uma metodologia de trabalho para tirar proveito do dia já claro. Quanto ao lado da concentração eu acho ótimo. Em 2011, nós fomos a quinta escola e driblamos o viaduto, a escola investiu para isso. Ás vezes não ter que a fazer a curva do lado dos Correios é benéfico. Nós ganhamos em montagem e afinamento das alegorias, além de ser melhor para armar a agremiação".

Segunda

São Clemente
Renatinho – presidente
"É diferente, mas será bom. A escola está feliz com isso. Na verdade, a gente é a oitava escola a desfilar, são 7 no domingo e depois disso nos vamos pra ver quem é quem. Eu gosto do Balança. Os 3 anos que conseguimos ser campões nossa concentração foi o balança, a gente já se prepara melhor ali. A única coisa chata é que minha quadra fica do lado dos correios".

União da Ilha
Ney Filardi – presidente
"Com toda humildade e respeito as co-irmãs independente de dia e posição é importante você ter um bom carnaval. Que desenvolva um carnaval um bom carnaval de fácil leitura, fácil entendimento e que você possa interagir com a avenida. A União da Ilha não poderia ser diferente, vamos manter a grande identidade dela sua grande característica que é alegria e irreverência. Tomara que o lado dos correios tenha o selo da sorte".

Salgueiro
Regina Celi – presidente
"No sorteio não teve lado negativo só positivo. A concentração também não interfere é só fazer o carnaval ao lado do balança porque tem o viaduto, apenas fazer o carnaval adequado para o balança nada mais".

Mangueira
Ivo Meirelles – presidente
"A Mangueira está gostando de desfilar pelo lado do correios, já se adaptou e aí seria uma readaptação se eu vou para o outro lado. Isso foi uma solicitação do presidente da Tijuca, ele gosta do Balança e casou. Estou muito satisfeito em desfilar na segunda".

Unidos da Tijuca
Fernando Horta – presidente
"Eu pedi ao presidente da Mangueira para trocar porque o Salgueiro e a Tijuca são escolas do mesmo bairro e por isso sempre tem um componente ou outro da escola que desfilam nas duas e com essa mudança o componente tem um espaço maior de tempo e eu quero ser a penúltima escola porque sei que a Grande Rio vem forte e quero estar no calcanhar dela. Desfilar entre a Mangueira e a Grande Rio é ótimo e deve ser mais preocupante para eles. Em 2010 quando chegamos o título a concentração foi no balança e eu sou um pouco supersticioso, a Tijuca dá sorte desfilando pelo lado do Balança".

Grande Rio
Helinho – presidente
"Excelente. A Grande Rio já fechou 2 carnavais me parece, mais aí estamos falando de alguns anos atrás, então eu hoje me sinto muito mais preparado de fechar o carnaval. A responsabilidade me causa uma satisfação e uma vontade de trabalhar maior ainda sabendo que serei a última e agora reunido com todos da escola vamos passar isso para a comunidade".

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×