Primeira mão: leia sinopse do enredo da Caprichosos

0 Flares 0 Flares ×

Título: "A Caprichosos faz o seu papel… “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima!”

Sonhar é preciso

O Homem é movido a sonhos, e os sonhos alimentam as nossas perspectivas de dias melhores; eles podem nos transportar a qualquer tempo e lugar, podemos viver num paraíso, em perfeita harmonia com a natureza, com direito a arco-íris, flores e pássaros a cantar… Enfim, trazendo à tona nossos desejos mais íntimos.

Sonhar é não limitar-se a limites sejam eles quais forem. Devemos sonhar com o que queremos, buscarmos ser o que quisermos… A vida é boa, porém curta e nela temos muitas surpresas, boas, ruins, inesperadas… Por isso temos que fazer o nosso papel: rir, pular, dançar, cantar, brincar sem medo de viver intensamente e ser feliz! Pois só assim nos fortificamos para podermos enfrentar os pesadelos que surgem no nosso dia-a-dia.

A todo o momento devemos sonhar, traçar novas metas, querer o “melhor do melhor,” e com nosso coração azul e branco e muita garra, despertar o gigante que está adormecido há algum tempo.

Que bom! Nosso gigante está despertando, e seus sonhos não foram dos melhores. É hora de levantar, tomar um banho, lavar a alma e limpar todas as impurezas entranhadas no seu corpo. E assim trazer de volta para os seus braços antigos amores. Pois em sua memória ele guarda muitos momentos de glória de uma comunidade que tem orgulho de bater no peito e dizer: “Sou Caprichosos”…

Momentos de glória

Esse povo apaixonado faz parte de uma bela história construída com suor e muito amor, que começou em 19 de fevereiro de 1949, quando no subúrbio carioca nascia a Caprichosos de Pilares, sob os olhares de bambas e sobre um manto “vermelho e branco”.

Pouco tempo depois foi batizada, e suas cores foram alteradas para azul e branco em homenagem à sua ilustre madrinha: A Portela.

Nossa escola foi crescendo e ganhando o mundo, revelando talentos e mostrando sua arte pelas mãos de grandes artistas que tanto contribuíram para nossos momentos de glória. Carnavalescos, serralheiros, marceneiros, escultores, pintores, aderecistas e tantos outros profissionais responsáveis em realizar nossos memoráveis desfiles.

O veneno de nossas cobras sempre esteve presente em tantos belos enredos inesquecíveis trazendo sátiras, críticas e bom humor. Criando assim uma identidade própria de uma escola alegre e que se identifica muito com o povo carioca.

Tendo uma visão debochada do mundo em que vivemos, sempre mostrou com muita propriedade uma forma diferente de fazer carnaval, tratando muitas vezes, de assuntos sérios com irreverência, mas mostrando com muita responsabilidade a força que tem uma comunidade dedicada, orgulhosa e sempre pronta para encarar as dificuldades que aparecem em nossos caminhos.

… E vamos à luta.

Então agora é tempo de renovação e superação, pois assim como a Fenix (pássaro mitológico que ressurgia das cinzas) não nos abalamos com maus momentos do passado, porque sabemos que está renascendo uma “Nova Caprichosos” muito mais forte para superar novos desafios e alçar vôos muito mais altos.

Com muita determinação vamos transformar todos os nossos sonhos em realidade. Somos guerreiros e apaixonados, já erguemos a cabeça, chutamos a tristeza e partimos para a luta.

Nossa evolução vem da persistência e determinação; pois quando entramos na avenida nosso coração bate forte no compasso da bateria, e dessa vez não será diferente, a emoção e a paixão serão o nosso combustível para que possamos levar a nossa escola ao lugar de onde nunca deveria ter saído.

Vamos levantar nossa bandeira, pois muitos outros grandes momentos nos esperam; unidos juntaremos nossas forças, por que sabemos que fazemos parte de uma história escrita pelas mãos e “pés” de um povo que “com garra, com raça e amor” veste a fantasia que nos leva a esse mundo encantado onde nos tornamos os personagens mais importantes do maior e mais emocionante espetáculo do planeta terra.

"Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado."

Enredo: Amauri Santos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×