Reeleito por aclamação, Gusttavo destaca transparência de sua gestão

Reeleito por aclamação neste domingo na quadra da Unidos do Viradouro, em Niterói, já que não houve outra chapa inscrita na eleição, Gusttavo Clarão comandará a Vermelho e Branco pelos próximos três anos. Ciente de que o principal desafio é levar a escola de volta ao Grupo Especial, Gusttavo comemora o tempo que terá para colocar as coisas em ordem na agremiação.

Ele fez um balanço da curta administração que teve até aqui e admitiu que faltou experiência à nova diretoria no Carnaval 2011:

– Iniciamos o mando em junho. Estávamos sem barracão, tive que prestar contas da gestão antiga, isso dificultou o início do trabalho. De proveitoso, podemos considerar a emoção com que fizemos as coisas. Não usamos nem um pouco da razão para ganhar o Carnaval. Um trabalho duro, árduo. Outro fator positivo acho que é a transparência que nos trouxemos de volta à Viradouro, além da aceitação da comunidade e do mundo samba e geral. O bom trabalho se reflete nessa aclamação, já que ninguém quis colocar chapa contra. É difícil acertar tudo no Carnaval, mas nós tentamos. Ganhamos experiência, é uma administração nova e, em alguns momentos, é preciso ter mais experiência, fomos um puco aflitos em alguns sentidos, não só na questão financeira.

Gusttavo aponta, além da chuva, alguns problemas ocorridos na concentração como determinantes para que a Viradouro não tivesse alcançado o objetivo de voltar a Grupo Especial. Apesar disso, o dirigente ressaltou alguns aspectos do desfile da Vermelho e Branco:

– A chuva nos atrapalhou bastante, o visual com ela é outro. Acompanhei os desfiles e vejo que a Viradouro fez um grande Carnaval. Revelamos o mestre Pablo, que resgatou a credibilidade da nossa bateria da Viradouro. Mostramos um chão muito bom, o samba era ótimo também. Tivemos uma infelicidade no quinto carro, que demorou para entrar na Avenida e deixou as pessoas um pouco tensas. Não sei nem se esse é o nome, mas acho importante criar uma equipe de direção de concentração para que problemas assim não ocorram mais. Vamos trabalhar para não repetir os nossos erros, temos consciência deles.

O presidente da Viradouro também aproveitou para reafirmar que as hipóteses de enredo são três: os cem anos do Fla-Flu e de Nelson Rodrigues, uma homenagem à Luis Carlos da Vila – partindo da música 'Nas veias do Brasil a luz de um vencedor'- e uma outra hipótese idealizada por Alexandre Louzada. Gusttavo adiantou que, na data de aniversário da escola, dia 24 de junho, o enredo deverá ser divulgado.