Relembrando as histórias infantis, Tucuruvi vem com intérprete renomado em busca de título inédito

 

 

No ano passado, a escola teve Igor Sorriso como intérprete oficial. Em 2014, a Acadêmicos do Tucuruvi traz um nome de peso para o seu carro de som. Com a saída de Igor para a Mocidade Alegre, a escola da Zona Norte terá Wantuir, como sua voz oficial no Anhembi. O intérprete com passagens por Tijuca, Grande Rio e que hoje é a primeira voz da Portela, volta ao carnaval de São Paulo após quinze anos de sua passagem pelo Vai-Vai.

A Tucuruvi também reformulou sua bateria. A Pulso Forte que nos últimos anos teve Adamastor como mestre, terá para 2014 a direção de Mestre Augusto, que começou como mestre na X-9 e estava na Leandro de Itaquera. Adamastor deixou a escola após acertar com a X-9 Paulistana.

Nesse ano, a Tucuruvi vai viajar pelas histórias infantis e brincar de ser criança. Com o desfile assinado por Wagner Santos, desde 2010 na escola, o enredo vai relembrar histórias infantis, contos de fadas e invadir o mundo da imaginação das crianças. As brincadeiras, os desenhos, os vilões e os super-heróis também serão lembrados.

As guloseimas e o mundo virtual, tão presente na vida das crianças do século XXI serão explorados pelo carnavalesco. No fim do desfile, uma mensagem sobre a educação será passada. A importância do ensino na formação de uma criança e o auxílio que as instituições escolares dão para que as crianças sejam exemplos de vida no futuro. A Tucuruvi será a quinta escola a desfilar, na sexta-feira de carnaval.

Autores do samba: Henrique Barba, Fabio Jelleya, Marcio Alemão, Leandro Franja, Serginho Moura, Gabriel e JC Castilho

Intérprete oficial: Wantuir

Pega-pega, esconde-esconde
Vamos todos cirandar
Pro bicho-papão, não tô nem aí
É festa, sou Tucuruvi!

Eu sonhei…
Embarquei nessa viagem
Vista a fantasia, caia na folia
Pra ser feliz não tem idade
No castelo encantado
Duendes e fadas num doce bailar
Contos e canções,
Tantos corações a embalar e sonhar
Será magia ou ilusão?
No reino da imaginação

Quem é o dono da rua? Sei lá!
Eu só quero curtir, compartilhar
Empino pipa, solto pião
E tenho o mundo na palma da minha mão

Vou cair na tentação, me entregar
Num céu de brigadeiro alcançar
As doces nuvens de algodão
Vou enfrentar
A cada traço que eu desenhar
Super-heróis virão me defender
E os vilões não irei mais temer

Educação é ir além!
Vou embarcar, chegou o trem
Um novo dia virá… Espelho eu serei

Comente: