Renascer aguarda a data de mudança para a Cidade do Samba com trabalho

Em entrevista coletiva concedida na última semana, o presidente da Liesa, Jorge Luiz Castanheira, definiu o dia 30 de novembro como provável data para a entrega dos barracões à União da Ilha, Portela e Renascer de Jacarepaguá. A caçula do Grupo Especial é a única agremiação a produzir suas alegorias fora do complexo da Cidade do Samba, já que Ilha e Portela estão em tendas montadas pela Prefeitura no local. Apesar da angustiante espera, o carnavalesco da escola, Édson Pereira, garante que trabalha somente com um prazo.
 
– A única data que eu tenho na mente é o dia 19 de fevereiro de 2012, quando a Renascer desfilará pela primeira vez no Grupo Especial. Mesmo que esse prazo seja cumprido (30 de novembro), o nosso ritmo de trabalho não será alterado. Saio daqui do Carandiru em cima dos carros trabalhando. Estamos à disposição da Liga, quando eles derem o ok vamos nos mudar. Não será a Renascer que vai atrapalhar o bom andamento do carnaval – disse ele, que chegou a embalar algumas alegorias para a mudança.
 
Além da Renascer, Difícil é o Nome e União do Parque Curicica continuam no Carandiru, além de uma alegoria da Unidos de Padre Miguel, uma da Unidos de Vila Santa Tereza e algumas de escolas dos grupos da Associação. O carnavalesco confessou que pouca coisa mudou na rotina do local desde que as agremiações começaram a sair e que os trabalhadores do barracão da Renascer já se habituaram a lidar com as condições insalubres do Carandiru.

Comente abaixo: