RioTur anuncia novo sistema de inscrição de blocos para o carnaval 2013

 

 

Chegou a hora de colocar o bloco na rua, ou melhor, fazer a inscrição na RioTur para desfilar no próximo ano. Durante a coletiva de imprensa, realizada na manhã desta quarta-feira, o secretário de Turismo, Pedro Guimarães, divulgou a nova forma para os organizadores da folia de rua realizar sua inscrição e, consequentemente, desfilar pelas cidade durante o festejo do Momo. Agora, basta acessar o site www.carnavalderua2013.com.br e preencher o formulário. A página já está disponível e o período de inscrição se encerra no próximo dia 10 de outubro.

Depois de finalizar esta primeira etapa, os organizadores terão que esperar até dezembro, entre os dias 1º e 10, para receber uma autorização preliminar da própria RioTur e apenas em entre os dias 2 e 9 de janeiro será liberada uma autorização definitiva aos blocos permitidos a desfilar. Os desfiles vão ocorrer entre os dias 12 de janeiro e 17 de fevereiro.

No último carnaval, foram autorizados 425 blocos e 600 desfiles foram realizados pelas ruas do Rio de Janeiro. A expectativa é que o número não se altere tanto em 2013 para que não haja saturação de blocos em determinadas regiões, como afirmou o secretário:

– Neste próximo ano, continuarem sendo criteriosos com a autorização de novos pedidos, especialmente em alguns bairros da Zona Sul que já estão saturados com muitos desfiles. Queremos fazer um Carnaval de Rua ainda melhor e mais organizado para os cariocas, foliões ou não, e também para nossos turistas.

Em 2012, as ruas da cidade foram “invadidas” por mais de cinco milhões de foliões. Entretanto, alguns passaram do limite principalmente no que diz respeito ao “xixi” na rua. De acordo com o secretário, 1.014 pessoas levados às delegacias durante os desfiles e, para o próximo ano, a prefeitura vai continuar no encalço destas pessoas que não conseguem respeitar determinadas regras:

– Nós estamos fazendo um papel de proibir e reprimir. Isso não pode ser considerada uma prática normal. Ninguém faz xixi no chão de casa, então porque fazer na rua, na frente de outras pessoas, em um espaço público degradando o patrimônio do próprio cidadão? Nosso papel é esse: deter a pessoa e levar para as autoridades policiais e até acredito que o reincidente possa ser penalizado de uma forma maior. Com essa continuidade do processo, vai haver essa cultura cada vez mais sólida. O que é errado está errado e o que é certo faz no lugar certo. Acredito.

O presidente do Bola Preta, Pedro Ernesto, esteve presente e foi o primeiro a utilizar o novo sistema para fazer o cadastro. Prestes a completar 94 anos, o maior bloco do Rio de Janeiro, espera no próximo ano finalmente entrar para o livro dos recordes, já que espera levar às ruas 2,5 milhões de  pessoas no sábado de carnaval. 

Os organizadores que tiverem algum tipo de problema para a realização do cadastro podem ir diretamente à RioTur ou ligar para o telefone de suporte 2271-7057.

 

Comente: