Rogerinho revela desentendimento com Lucinha: ‘Era ela ou eu’

 

 

O mestre-sala Rogério Dornelles, que há anos formava par com a porta-bandeira Lucinha Nobre, confirmou ao CARNAVALESCO seu desligamento da Mocidade e também os seguidos desentendimentos entre os dois. – Infelizmente chegamos em um ponto insustentável e colocamos para o patrono optar por um dos dois. Ele optou por ela, afirmou Rogerinho.

O casal havia retornado para a Mocidade para o desfile de 2014 e o posto de par de Lucinha está vago. Em 2014 eles foram penalizados com duas notas 9,9 nos dois últimos módulos e não atingiram a nota máxima esperada. Na primeira cabine de julgamento a bandeira tocou levemente em Rogerinho durante a apresentação oficial. 

Rogerinho disse que não recebeu contato de nenhuma agremiação ainda. – Se alguém quiser me contratar vou levar a minha parceira Andressa Dornelles. É uma condição que coloco para fechar, explicou.

Procurada pela reportagem do CARNAVALESCO Lucinha Nobre não retornou os contatos. Rogerinho e Lucinha estavam juntos há 20 anos e já se separaram em duas oportunidades anteriormente. 

Rogerinho enviou para nossa reportagem uma carta de despedida para os torcedores da Mocidade. Confira o conteúdo abaixo:

"Vivenciei muitos momentos de emoção e experiência durante longos anos no Carnaval e durante esse periodo passei por diversas etapas em minha vida profissional. Agora, é chegado o momento em que se faz necessária uma mudança para meu aperfeiçoamento e adicionar um novo entusiasmo ao meu trabalho.

Estou me desligando da Mocidade Independente de Padre Miguel, escola que eu amo, onde comecei a dançar, aprendi e tive minha primeira oportunidade, onde fui reconhecido e sempre me senti em casa.

Agradeço por toda a confiança e reconhecimento durante tantos anos, aos amigos que fiz e a todos que sempre estiveram do meu lado nesse periodo.

Tenho muito orgulho de fazer parte dessa familia e de ter feito sempre o meu trabalho com responsabilidade, entusiasmo e alegria.

Com a certeza que nao é uma despedida definitiva e sim mais uma mudança que precisa ser feita para meu crescimento profissional e pessoal"

Comente: