Saiba por que o site CARNAVALESCO ganhou o Sambanet

O pré-carnaval de 2012 começou de forma difícil para o site CARNAVALESCO. O fim de uma longa parceria e o desafio de ampliar a credibilidade já conquistada fizeram com que os profissionais do site não medissem esforços para levar ao público um conteúdo de qualidade e recheado de novidades. Tudo isso voltado para o crescimento do carnaval e para o nosso principal objetivo: fazer jornalismo sério, crítico e independente no maior espetáculo da Terra. Conseguimos! Não que isso represente um ponto final, apenas mais um empurrão para cada vez mais levar informação de qualidade ao nosso leitor. O bom trabalho será coroado no dia 19 de maio, quando o site CARNAVALESCO receberá na quadra da Unidos da Tijuca o prêmio Sambanet, que vai para a 14ª edição de muita credibilidade no mundo do samba.

– O CARNAVALESCO receberá esse prêmio porque é um site que faz um trabalho diferenciado, estando em todos os eventos do carnaval carioca e cobrindo a festa o ano inteiro com grande volume de informações. Além disso, sempre está atualizado, com incontáveis furos jornalísticos. Atualmente possui uma equipe que consegue aliar a crítica à ética. O sambista precisa aprender a conviver com o jornalismo crítico, que procura apontar outros caminhos, outras visões de carnaval. Gerar debate é importante, fundamental para as transformações que a festa sempre acaba passando. Achamos que o CARNAVALESCO também amadureceu muito nos últimos anos e esse excelente momento atual é resultado desse aprendizado – explicou Paulo Renato Vaz, um dos coordenadores do prêmio.

Paulo integrou a primeira equipe de coordenadores do Sambanet, ainda no fim da década de 90, e permanece até hoje no grupo de 14 apaixonados pelo carnaval, responsáveis pelas escolhas dos premiados. Além dele, Luiz Fernando Reis, carnavalesco e comentarista da Radio Tupi, e Jorge Mendes, colunista do site CARNAVALESCO, integram a coordenação do prêmio desde 1999, ano de sua primeira edição. Paulo Renato nos contou como surgiu a ideia da premiação.

– A ideia do Sambanet surgiu de um grupo de participantes da lista de discussão por e mail – Rio Carnaval – ativa até hoje. Ela foi criada em 1998, no início da disseminação da internet no Brasil, por Felipe Ferreira e, no ano seguinte, já tinha cerca de 100 participantes. Através das trocas de mensagens começamos a sugerir encontros não virtuais, que passaram a se realizar na Cadeg, em Benfica, tradicional ponto de reunião de sambistas. Um grupo de cerca de 15 pessoas passou a participar com frequência dessas reuniões. Nas nossas conversas percebemos que não havia uma premiação específica paras os grupos de acesso naquela época e criamos uma votação entre a gente para o carnaval de 1999. Assim surgiu o Sambanet, quase de brincadeira – explicou ele.

Prêmio criado, faltava um empurrãozinho para que ele se tornasse de domínio público. E o incentivo foi dado por Rachel Valença e Waltinho Honorato, à época, diretores do Paraíso do Tuiuti, escola que abriu as portas para que a primeira edição do prêmio fosse realizada. Os jornalistas Flávia Cirino, assessora de imprensa do Salgueiro, e Fred Soares, colunista do site CARNAVALESCO, foram responsáveis pela divulgação. O prêmio fez tanto sucesso que, no terceiro ano, a organização do Sambanet teve que buscar um espaço maior para a entrega dos troféus, a quadra da Unidos da Tijuca, onde a festa é realizada até hoje.

Com a credibilidade alcançada atualmente, o Sambanet tem espaço reservado na agenda do sambista. É comum nas rodas de conversa ver pessoas se programando para o evento com até dois meses de antecedência. A coordenação do prêmio sabe disso e Paulo Renato nos conta o que está sendo preparado para a festa do dia 19 de maio.

– Esse é o ano em que mais estamos nos preparando para o Sambanet.Será a nossa 14ª edição e são inúmeras reuniões de planejamento para que a gente consiga fazer a nossa melhor festa de todos os tempos. A ideia é que o folião que vá até a quadra da Unidos da Tijuca pra prestigiar nosso evento, assista a uma festa dinâmica, emocionante e com samba o tempo inteiro. A novidade é que pela segunda vez consecutiva faremos uma festa temática. Ano passado o Sambanet lembrou a importância do enredo no desfile das escolas de samba, lembrando sambas que embalaram os grandes temas na festa. Na edição de 2012, a festa será voltada à ala das baianas e sua importância histórica no desfile. No roteiro lembraremos pessoas que ao longo dos anos se destacaram neste segmento e teremos uma homenagem-surpresa. Queremos marcar posição como um grupo de apaixonados que defende as tradições do carnaval carioca – promete.

Além da opinião dos 14 coordenadores, Paulo Renato garante que a escolha dos premiados passa pela opinião de pessoas de fora do grupo, fato que ele considera primordial para uma premiação justa. A palavra final, porém, é dada numa espécie ''Rodada de Fogo'', que ocorre sempre na primeira sexta-feira após o carnaval. Logo, na manhã do sábado das campeãs, os vencedores são conhecidos.

– Passamos praticamente toda a noite votando, em intermináveis discussões. Para chegar aos premiados, normalmente nós indicamos três nomes para cada categoria, incluindo os formulários dos formadores de opinião de nossa confiança que consultamos.

Atualmente a equipe de coordenadores do prêmio Sambanet é composta por Luiz Fernando Reis, Jorge Mendes, Paulo Renato Vaz, Fábio Pavão, Mauro Samagaio, Tatiana Ribeiro, Marcos Capeluppi, Rafael Marçal, André Bonatte, Chico Frota, Renato Buarque, Márcio Zuma, Fernando Peixoto, Eduardo Campos

Venda de Ingressos

Quem não quer perder essa festa já pode correr e garantir logo o seu ingresso. Eles começaram a ser vendidos nesta segunda-feira em dois pontos de venda. No Babado da Folia, rua Buenos Aires, 287, Centro do Rio. E no Madureira Shopping, na loja D´Samba, no 3º piso, próximo à praça de alimentação. O evento acontece no dia 19 de maio, na quadra da Unidos da Tijuca, Centro do Rio, a partir das 21h.