Samba concorrente I Tijuca: Jota, Vinicius Amaral, Flavio Back, Daniel Katar e Jorge Goulart

INTÉRPRETE: LELEU

OBRA PRIMA ABENÇOADA
DIVINA MORADA, IMENSA ÁFRICA!
BERÇO ACALENTO DA ESPERANÇA
ONDE AS FEITICEIRAS, LOUVAVAM UM SOLO PRA PLANTAR
CHÃO DE NEGRAS GUERREIRAS
BELAS, SÁBIAS, JUSTICEIRAS
MERCADORAS, SOBERANAS… DESPERTAVAM A PAIXÃO
DEFENDIAM SEU POVO… E SEUS IDEAIS…
IMPONDO RESPEITO
BUSCANDO IGUALDADE E PAZ!

E NO NAVIO NEGREIRO… (ÔÔÔ…)
A DOR DA CHIBATA CRUZAVA O MAR
DEIXANDO NO BRASIL, MULHERES SEM TEMOR
E A LIBERDADE NO RUFAR DO SEU TAMBOR

MILAGROSA, CURANDEIRA… SANTA ESCRAVA DOS OLHOS AZUIS
COBIÇADA, PERSEGUIDA… A ROSA SOFRIDA AO MUNDO ENCANTOU
QUILOMBOLAS, RESISTENTES, OUSADAS, GENIAIS
SAGRADAS ZELADORAS, CULTUAVAM OS ORIXÁS
NA PELE ESCURA… A SEDUÇÃO
PARA O ARTISTA… INSPIRAÇÃO
SUPERANDO PRECONCEITOS, CONQUISTARAM SEU VALOR
NO SAMBA A HERANÇA QUE FICOU
TALENTOSAS, CONSAGRADAS… PÉROLAS, ETERNIZADAS
OH! PADROEIRA, ILUMINADA APARECIDA
HOJE O MORRO DA FORMIGA, CANTA EM ORAÇÃO!

ÉS FONTE DE VIDA, DE RAÇA E AMOR
CHAMA VERDADEIRA, OLHAR PROTETOR
A FÉ QUE NOS MOVE, A UM SONHO REAL
FAZ DO MEU IMPÉRIO ESPECIAL